Milho paraguaio: logística joga contra o Brasil
CI
Imagem: Marcel Oliveira
MERCADO INTERNACIONAL

Milho paraguaio: logística joga contra o Brasil

Com maior demanda internacional, os preços do milho argentino voltaram a subir forte
Por: -Leonardo Gottems

A logística do milho paraguaio joga contra o Brasil e espanta vendedores, mas há compradores, de acordo com informações divulgadas pela TF Agroeconômica. “O mercado de milho também não apresentou movimentos significativos durante o dia, com o mercado da FAS Assunção mantendo patamares abaixo do que o vendedor acredita que estaria o número adequado e que enfrentaria as indicações do mercado brasileiro. Muitos, além dos valores, levam em conta a maior qualidade da FAZ”, comenta.

“Por outro lado, a logística mais lenta joga contra o Brasil. Na segunda metade da tarde, foram observados compradores um pouco mais agressivos no mercado brasileiro, onde alguns negócios específicos podem ter sido finalizados, mas por ser uma distância maior, muitos estão preocupados com a volatilidade do frete. Para o produto disponível, a grande dificuldade continua sendo atingir a demanda ativa, onde todos parecem estar bem abastecidos. Ainda existem alguns lotes no mercado, mas os valores procurados superam as intenções de compra específicas que surgem”, completa.

Com maior demanda internacional, os preços do milho argentino voltaram a subir forte. “Os preços FOB UpRiver, do trigo argentino voltaram a subir nesta quarta-feira, diante da alta de 1,84% na Bolsa de Chicago (CBOT)”, indica.

“Para navios Handysize os preços do dia subiram US$ 6/t para US$ 320 para maio; US$ 5/t para US$ 319 para junho e US$ 319, para julho; subiram mais US$ 4/t para US$ 311 para agosto, US$ 2/t para US$ 309 para setembro e foram cotados a US$ 310 outubro e US$ 312 novembro. Para os navios Panamax, os preços também subiram forte, cotados a US$ 329 junho, subiram US$ 5/t para US$321 para julho. Agosto e setembro foram cotados a US$ 311, outubro a US$ 312, novembro a US$ 315 e dezembro a US$ 319”, conclui.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.