Milho paraguaio: mercado estável e exportações maiores
CI
Imagem: Eliza Maliszewski
MERCADO INTERNACIONAL

Milho paraguaio: mercado estável e exportações maiores

Já quando se fala no milho argentino, os preços subiram significativamente na volta das cotações do físico FOB UpRiver
Por: -Leonardo Gottems

Em relação ao milho paraguaio, o mercado está estável, embora haja ofertas/bids variados e exportações maiores, de acordo com informações divulgadas pela TF Agroeconômica. “A Agridatos, devido ao aumento de 70 mil hectares, aumentou a estimativa da safrinha paraguaia 2022 em 7%, de 5 para 5,3 milhões. Preços estáveis para os saldos de milho em 2021 e alta de US$ 15 para a safra de 2022 no Paraná e Santa Catarina e US$ 5 no mercado interno paraguaio. Eles iniciaram negócios para a exportação de milho 2022 pelo rio Paraguai a US$ 240”, comenta.

Já quando se fala no milho argentino, os preços subiram significativamente na volta das cotações do físico FOB UpRiver. “As cotações do milho argentino para exportação continuaram elevadas no mercado físico do UpRiver, nesta quarta-feira. Para safra nova, março subiu US$ 1/t para US$ 357/t, equivalente a US$ 408 CIF portos ou R$ 122,62/saca de Rio Grande/Imbituba. Abril recuou US$ 4/t para US$ 352; Maio foi cotado a US$ 350/t, Junho a 330 e Julho também a US$ 330. Embarques Panamax foram cotados a US$ 370 para abril; os demais meses não foram cotados segundo relatórios que recebemos de corretores de Buenos Aires”, completa.

“Sinais de um possível desenlace diplomático para o conflito militar no leste europeu, após declarações de autoridades russas e ucranianas, incluindo o presidente Volodymyr Zelensky, abriram espaço para um amplo movimento global de recuperação de ativos de risco nesta quarta-feira (09). Em sintonia com as perdas expressivas da moeda americana frente a divisas emergentes e fortes, sobretudo em relação ao euro, o dólar à vista caiu no mercado doméstico de câmbio e chegou a flertar com fechamento abaixo do nível psicológico de R$ 5,00”, indica.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.