Negócios do milho seguem acima dos R$ 100,00
CI
Imagem: Marcel Oliveira
MERCADO

Negócios do milho seguem acima dos R$ 100,00

No Paraná, o mercado interior se mostra mais forte, com negócios entre R$ 104,00 a R$ 107,00
Por: -Leonardo Gottems

No estado do Rio Grande do Sul, a exportação do milho indicou até R$ 109,00 CIF, enquanto a promessa é de uma semana chuvosa, segundo informações divulgadas pela TF Agroeconômica. “Nesta sexta (18), viu-se uma demanda para exportação mais lenta se comparada ao restante da semana, em que apenas uma trading buscou por volumes, em indicações de até R$ 109,00 – durante a semana os preços haviam permanecido entre R$ 110,00 a R$ 112,00. No mercado interno, preços mistos: R$ 108,00 em Arroio do Meio; R$ 107,00 Marau; R$ 104,00 Frederico Westphalen; e R$ 103,00 em Santa Rosa e Ijuí”, comenta.

Em Santa Catarina a colheita da safra avança pouco, com compradores concentrados em lotes para abril. “A busca ávida dos compradores encontrou uma disponibilidade escassa de lotes no mercado. Mesmo assim, estima-se que tenham rodado negócios em um volume de 10 mil toneladas. No meio oeste e oeste, negócios entre R$ 106,00 a R$ 108,00 CIF fábricas, a depender do prazo”, completa a consultoria.

No Paraná, o mercado interior se mostra mais forte, com negócios entre R$ 104,00 a R$ 107,00. “No dia de hoje, um movimento mais intenso foi visto, ao contrário dos últimos dias, em direção ao interior do estado. Isso porque, diante de cotações de bolsas mais fracas, as tradings decidiram não avançar nas cotações, e a diferença entre a compra e a venda foi de cerca de R$ 2,00, onde vendedores pediam a partir de R$ 112,00 e compradores indicavam até R$ 110,00 CIF Paranaguá”, indica.

“Negócios no oeste entre três fábricas e diversos produtores se estabeleceram a R$ 107,00 no CIF, onde estima-se um volume de pelo menos 10 mil toneladas. Nos Campos Gerais, alguns lotes foram comprados no sobre rodas a R$ 106,00, e no norte, indicações de R$ 104,00, com rumores de negócios realizados na ferrovia”, conclui.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.