Novo inseticida controla lagartas ‘difíceis’
CI
Imagem: ISCA
TECNOLOGIA

Novo inseticida controla lagartas ‘difíceis’

Entregou resultados acima da média quanto à eficácia de controle, entre 80% e 100%
Por: -Leonardo Gottems

A Sipcam Nichino Brasil anunciou o lançamento do inseticida Takumi, voltado ao controle do complexo de lagartas nas lavouras de soja, milho, algodão e cana-de-açúcar, entre outras culturas. O diferencial, de acordo com a fabricante ítalo-japonesa, é o ingrediente ativo Flubendiamida 222, pertencente à Nichino, e também pela formulação suspensão concentrada, descrita como inovadora no segmento.

“Trata-se de um inseticida de alto desempenho sobre as lagartas mais difíceis de controlar. O produto complementa o pacote de soluções Sipcam Nichino para as culturas de cereais, cana-de-açúcar e HF”, salienta a engenheira agrônoma Carulina Oliveira, gerente de produtos.

Segundo a Sipcam Nichino, antes de chegar ao mercado o novo Takumi foi alvo de quase 200 trabalhos de Pesquisa & Desenvolvimento, realizados em diferentes pontos da fronteira agrícola brasileira. Os estudos envolveram 30 consultorias de relevância no País, e abrangeram duas aplicações por safra desde o ciclo 2015-16, nas doses de 150 ml por hectare, 250 ml/ha ou 300 ml/ha. 

Tanto em primeira como segunda aplicação, frisa Carulina Oliveira, em poucos dias o inseticida entregou resultados acima da média quanto à eficácia de controle, entre 80% e 100%, na comparação ao chamado tratamento padrão do produtor.

Conforme os resultados a campo, adianta a Sipcam Nichino, Takumi mostrou ser altamente eficaz no controle da lagarta-das-maçãs (Heliotis virescens), lagarta-militar (Spodoptera sp), Helicoverpa armigera), broca-da-cana (Diatraea saccharalis), lagarta-do-trigo (Pseudaletia sequax), traça-do-tomateiro (Tuta absoluta) e falsa-medideira (Chrysodeixis includens). O novo produto está registrado ainda para as culturas de amendoim, feijão, tomate e trigo.

“Logo após aplicado, Takumi cessa o ataque de lagartas. O produto age por contato (ação translaminar) ou por ingestão e é seletivo aos inimigos naturais do amplo espectro de lagartas controladas”, acrescenta Carulina Oliveira. Esta característica, complementa a agrônoma, torna o novo inseticida ideal à prática do manejo de resistência de pragas a produtos, por meio da rotação entre diferentes ingredientes ativos, e para o MIP: manejo integrado de pragas.

O presidente da Sipcam Nichino Brasil, Alexandre Gobbi, assinala que com o lançamento de Takumi a empresa dá a partida em uma nova estratégia de crescimento. Detentora de um amplo portfólio de acaricidas, adjuvantes, fungicidas, herbicidas e inseticidas, explica Gobbi, a expectativa da marca é a de trazer ao mercado pelo menos 22 novos produtos, em fase de registro, até 2025. “Para seguir crescendo, focamos no acesso ao mercado e no desenvolvimento de soluções resultantes de inovação”, conclui Gobbi.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink