Portugal recolhe quantidade recorde de embalagens de agroquímicos
CI
Imagem: inpEV
VALORFITO

Portugal recolhe quantidade recorde de embalagens de agroquímicos

Objetivo é alargar a recolha de embalagens de sementes e de produtos fertilizantes
Por: -Leonardo Gottems

Portugal registrou o recolhimento de 512 toneladas de embalagens de agroquímicos usadas no ano de 2021, de acordo com dados revelados em evento promovido pelo Valorfito – o “Sistema Integrado de Gestão de Embalagens e Resíduos em Agricultura” do país europeu.

O Valorfito realiza a recolha periódica dos resíduos de embalagens primárias de produtos agroquímicos e sua gestão final em Portugal. No ano passado, foi atingida a média de 51,7% de embalagens recolhidas em todo o país, sendo que a totalidade do material plástico foi encaminhada para reciclagem.

Em entrevista publicada originalmente no portal especializado AgroPages, o diretor-geral do Valorfito, António Lopes Dias, revelou que a meta do programa para este ano de 2022 é ultrapassar os 60% de embalagens recolhidas. Segundo ele, são nada menos que 173 empresas aderentes ao sistema que garantem e pagam os custos.

“Nosso sistema está baseado em ‘pontos de retoma’, que são 1.107 em todo o território português. São locais que também vendem os produtos agroquímicos, mas que fornecem sacos especiais onde os agricultores devolvem as embalagens usadas”, explicou ele.

De acordo com ele, o Valorfito trabalha com entidades locais para a logística reversa de recolha desses sacos e encaminhamento para reciclagem ou incineração. “A maior parte das embalagens que recolhemos são de plástico rígido, que são tratadas, trituradas e recicladas. Também as partes de papel cartão e metal são recicladas”, afirma ele.

“Apenas o que não é reciclável são os materiais compostos, como sacos flexíveis, são incinerados – mas com recuperação energética – o que garante sempre o valor agregado no final da cadeia. O Valorfito evitou a liberação de 753 toneladas de CO3 (trióxido de carbono) na atmosfera, destacando sua função de sustentabilidade”, destaca ainda. 

António Lopes Dias explica que essa é uma iniciativa privada, sem fins lucrativos, mantida pelas indústrias e pelos distribuidores de insumos. O Valorfito é apoiado pelas organizações portuguesas Anipla (Associação Nacional da Indústria para a proteção das Plantas) e Groquifar (Associação de Grossistas de Produtos Químicos e Farmacêuticos).

Segundo o diretor-geral, o “Valorfito já tem 16 anos de atuação e atualmente a adesão dos produtores é muito boa, principalmente entre os mais profissionais”. Ele acrescenta, porém, que em Portugal ainda há muitos “pequenos produtores de idade avançada”, e que são essas propriedades rurais que precisam ser alcançadas “para o sistema crescer. Mas que é tudo uma questão de tempo, de comunicação e de educação”.

Outro objetivo do Valorfito, destaca Dias, é alargar a recolha de embalagens de sementes e de produtos fertilizantes. Os responsáveis também articulam com as autoridades portuguesas para que as embalagens deixem de ser consideradas “perigosas” para a saúde após o processo de tríplice lavagem que já é aplicado nos materiais recolhidos.

Por sua parte, a presidente da Anipla, Felisbela Torres Campos, afirmou que a “economia circular tem grandes impactos positivos na agricultura, fazendo com que o setor seja um dos mais avançados” neste ponto. Felisbela, que também é Head of Regulatory & Business Sustainability da Syngenta Portugal, defende que a atribuição de prêmios para quem mais se destaca é fundamental para estimular a participação no Valorfito.

No mesmo evento foram distribuídos os Prêmio Valorfito 2021 às empresas que mais se destacaram na recolha de embalagens no ano passado em suas respectivas regiões. Na avaliação de Manuela Cordeiro, secretária-executiva das Divisões Agroquímica e Gestão de Pragas e Saúde Ambiental da Groquifar, as empresas premiadas são “provas irrefutáveis do compromisso com a sustentabilidade, passando de palavras a ações por um meio ambiente mais seguro”.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.