PR: Auditores fiscais federais agropecuários recebem reforço

Fiscalização

PR: Auditores fiscais federais agropecuários recebem reforço

Cão atua na atividade de fiscalização agropecuária do Brasil
Por: -Aline Merladete
69 acessos

Os auditores fiscais de Curitiba, no Paraná receberam um reforço canino para atuar na fiscalização agropecuária e impedir a entrada de pragas. O labrador Thor é o segundo cão em atividade de fiscalização agropecuária do Brasil. Desde o fim de março, a equipe de profissionais que atua na triagem dos Correios, em Pinhais, ganhou um reforço, Thor, um cão labrador de dois anos. Ele é o novo parceiro dos auditores e já tem se mostrado muito eficiente.

Conforme o fiscal federal, Romero Teixeira, responsável pelo treinamento dos cães que atuam na fiscalização, já foram realizadas dez operações, das quais três resultaram e apreensões.  Em Curitiba, Thor é conduzido por um agente de atividade agropecuária e por um técnico de laboratório, sob a supervisão de Teixeira.

A iniciativa faz parte de um projeto nacional, e Thor é o segundo cão em ação no Brasil. O outro, Leo, atua em Brasília, e já é um veterano. "Leo é nosso garoto-propaganda. Hoje, ele atua mais em treinamento e divulgação do projeto, mas também na fiscalização dos voos internacionais que chegam a Brasília", explica Teixeira.

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) já realizou licitação para aquisição de dez novos cães para integrar o projeto, e até o fim do ano o Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão), no Rio de Janeiro, deve contar com um cão na fiscalização de voos internacionais. "O treinamento desses cães é muito difícil. Não havia metodologia para detecção de produtos de origem agropecuária, o que precisamos desenvolver para, então, treinar os cães. O resultado tem sido muito positivo", reforça Teixeira.

Os animais fazem o trabalho depois que encomendas postais já passaram pelo raio x, ou seja, de fato, seriam colocados na rua, podendo pôr em risco a produção agropecuária e a saúde dos brasileiros. 
 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink