Publicação traz estratégias para o manejo de pragas em flores comestíveis
CI
Imagem: Pixabay
AGRICULTURA

Publicação traz estratégias para o manejo de pragas em flores comestíveis

As flores comestíveis têm ga­nhado espaço no meio gastronômico

As flores comestíveis têm ga­nhado espaço no meio gastronômico, uma vez que acrescentam sabor, textura, aroma e cor às preparações. A crescente demanda tem levado os agricultores a ampliarem a oferta dessas flores,que para serem consumidas, devem ter boa aparência e estar livres de contaminantes químicos, o que pode ser obtido pelo uso de práticas agroecológicas ou pela produção em sistema orgânico.

Com o objetivo de contribuir para o combate a pragas que podem ocorrer no cultivo de flores comestíveis e auxiliar o agricultor na adoção de medidas adequadas para o seu controle, a Empresa de Pesquisa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) disponibiliza o Boletim Técnico “Pragas das flores comestíveis e estratégias de manejo”.

Muitas espécies de flores comestíveis mostram-se tolerantes às pragas, mas alguns insetos podem comprometer e danificar a produção, como os pulgões, os besouros-desfolhadores, as cochonilhas, as formigas-cortadeiras, as moscas-brancas, dentre outros.

A publicação, escrita pelos pesquisadores da Epamig, Lívia Mendes Carvalho, Izabel Cristina dos Santos, Helbert Rezende de Oliveira e pela professoraElka Fabiana Aparecida Almeida, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) em Montes Claros, tem o valor de R$ 8. Os pedidos podem ser feitos por telefone ou e-mail.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink