Tecnologia pode evitar perdas por geada em HF
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,200 (0,72%)
| Dólar (compra) R$ 5,63 (0,59%)

Imagem: Maurício Bellaver

CUIDADOS

Tecnologia pode evitar perdas por geada em HF

As baixas temperaturas causam perdas de plantas de frutas e hortaliças
Por: -Eliza Maliszewski
1419 acessos

Nesta madrugada o Rio Grande do Sul chegou a registrar temperatura de 3,7 graus negativos em regiões da Fronteira, com registro de geada em quase todo o estado. O fenômeno pode congelar os tecidos vegetais de frutas e hortaliças, causando a morte e, consequentemente, perdas.

Uma das técnicas usadas para diminuir os prejuízos é a aplicação de um complexo de aminoácidos que estimula a fisiologia da planta para promover redução do estresse e congelamento. As frutas e hortaliças sofrem com estresses a todo momento e necessitam de proteção. A geada faz acumular substâncias popularmente conhecidas como radicais livres, que causam a morte dos tecidos. “Os aminoácidos, por sua vez, aplicados antes e depois do fenômeno, promovem estímulos que combatem esses radicais e reduzem o estresse para que a planta consiga continuar o seu desenvolvimento", explica o engenheiro agrônomo Marcos Revoredo, gerente técnico especializado em hortifrúti da Alltech Crop Science.

Além de amenizar os efeitos provocados por situações de estresses ambientais e fitotoxidez, os aminoácidos auxiliam na absorção e aproveitamento de nutrientes pelos cultivos. Práticas culturais também são aliadas dos cultivos. Entre elas a irrigação por aspersão durante a noite, ambiente controlado com uso plástico e telado, bom equilíbrio nutricional e planejamento de plantio.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink