Tocantins é referência nacional na produção de grãos


Agronegócio

Tocantins é referência nacional na produção de grãos

Produção de soja cresceu quase 10% em um ano no Estado
Por:
1601 acessos
Nos últimos 27 anos, o Tocantins vem se destacando na área de produção, tendo como carro chefe a agricultura. Segundo a Secretaria de Agricultura e Pecuária, o estado tem crescido principalmente na cultura da soja, cerca de 10% no último ano, superando a média nacional que foi de 3,6%. As terras férteis, com valor mais acessível e de topografia plana, a luminosidade maior que nos outros estados, e a logística de escoamento facilitada pela localização do estado, são os fatores possibilitam esse grande avanço na produção nos últimos anos.

Para melhorar ainda mais a lucratividade da agricultura, os produtores tocantinenses fazem a integração de culturas. O senhor João Damasceno, é engenheiro agrônomo na região de Pedro Afonso. Ele faz a produção associada de seringueiras, soja, e gado de corte, o que segundo ele possibilita que a fazenda seja autossustentável. A piscicultura é outro grande destaque do Tocantins. O ministério da pesca e aquicultura prevê a implantação de 5 parques aquícolas, que vão desde Lajeado, até Brejinho de Nazaré, e que vão beneficiar os produtores de peixe da região.

Kai Schwabacher, é piscicultor aqui no estado, e segundo ele, apesar da grande produção de peixe a demanda ainda é maio que a oferta. A avicultura também está em expansão. É a segunda maior atividade pecuária do Tocantins, contando com um plantel de mais de 7 milhões de aves em potencial para abate. Este número deve crescer nos próximos anos, devido a implantação da esmagadora de soja em Porto Nacional.

Odilon Junior é gerente de um frigorífico de aves na região do Bico do Papagaio, e explicou os motivos dessa expansão. Segundo o secretário de Agricultura e Pecuária, Clemente Barros, o Tocantins não precisa desmatar para produzir, o que possibilita expandir ainda mais as próximas safras. E o Tocantins vem crescendo a cada ano, mas sempre respeitando o meio ambiente. 

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink