Festa da Uva e do Padroeiro São Francisco de Sales se inicia nesta quinta em Mariópolis

Uva

Festa da Uva e do Padroeiro São Francisco de Sales se inicia nesta quinta em Mariópolis

O evento, com quatro dias de duração, pretende comercializar aproximadamente 45 toneladas de uva
Por:
81 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

O mau tempo assustou Mariópolis no final da tarde da última terça-feira (23), quando um vendaval atingiu o Parque de Eventos Arnaldo Weiss, virando cinco tendas de 10mx10m, das quais uma foi jogada contra a rede de alta tensão. Elas fazem parte da praça de alimentação e parte dos expositores dos produtores de uva, da 24ª Festa da Uva e do Padroeiro São Francisco de Sales, que se inicia nesta quinta-feira (25) e segue até domingo (28).

“Graças a Deus, só houve danos materiais. Apenas uma pessoa ficou levemente ferida. A estrutura já está refeita, sendo que tudo ficará pronto conforme o previsto”, informou o presidente da CCO (Comissão Central Organizadora) e vice-prefeito, Tobias Ezequiel Taffarel Gheller. “Ainda não temos um levantamento, haverá alguns custos extras. Porém, acreditamos que não será muito”, acrescentou.

Os portões do parque serão abertos nesta quinta, às 18h; sendo que a abertura oficial está programada para ocorrer na sexta-feira (26), às 22h, com a presença de autoridades.

Além do item principal, que não pode faltar na festa — a uva e seus derivados —, o evento contará com dezenas de expositores de Mariópolis e região, que comercializarão uma variedade de produtos e prestações de serviços.

“Teremos 66 expositores — 31 internos e 35 externos — sendo que para visitá-los não será cobrado ingresso. Os visitantes terão livre acesso para conferir as novidades; exceto os shows e o rodeio, que há ingresso à parte”, informou Gheller.

Os shows que animarão a festa ficarão por conta de Naiara Azevedo, na sexta-feira, a partir das 23h; e Zé Felipe, no sábado (27), também a partir das 23h. Já o Rodeio Country, com a equipe do César Paraná, ocorre entre quinta e sábado, a partir das 20h30; enquanto no domingo a final será realizada a partir das 20h.

Em relação à abertura do Parque, para visitação dos estandes, conforme a CCO, na quinta-feira será às 18h; enquanto sexta, sábado e domingo, será às 10h.

Produção

Para esta 24ª edição, devem ser comercializadas aproximadamente 45 toneladas de uva, tanto in natura, como derivados — entre vinho, vinho doce e produtos coloniais. A informação é do presidente da Frutimar (Associação de Fruticultores de Mariópolis), Ângelo Bresolin.

O agricultor — que possui propriedade em Nossa Senhora do Carmo, em Mariópolis — garante que haverá uva de excelente qualidade no Parque de Eventos. “São uvas bonitas, bem doces, oriundas de 14 propriedades mariopolitanas. Cada produtor colocará para comercialização em torno de três toneladas. Estamos bem preparados para a festa, tranquilamente”.

Conforme o diretor do Departamento de Agricultura e Meio Ambiente de Mariópolis, Jocemir Simioni, o tempo colaborou nos últimos meses, sem chuvas de granizo, como nos outros anos. “O tempo foi generoso com os produtores, apesar das intempéries que ocorreram na região. As comunidades em que são cultivados os parreirais não foram atingidas. Então a uva esse ano está com excelente qualidade, e a produção foi bem significativa, atingindo em torno de 1.200 toneladas nesse ano a produção total do município”.

Simioni explica que são produzidas no município, em sua maioria, três variedades de uva: Niágara Rosada, Branca e Bordô. “A Bordô é destinada para vinho e para suco; a Branca para consumo in natura e também vinho branco; e a rosada é só consumo in natura. O excedente da produção, os agricultores comercializam para as pessoas que vêm de outros municípios comprar; bem como vendem na Cooperativa Vinícola, que agora vai começar a entrar em atividade uma fábrica de suco, que foi instalada; então eles terão mais essa opção para o excedente de produção deles. Além disso, os produtores também industrializam parte dessa uva nas propriedades deles para consumo familiar”, informou.

O diretor de Agricultura e Meio Ambiente, ainda, destaca a importância da festa para Mariópolis. “É de suma importância, porque leva o nome do nosso município para longe; para vários lugares, fora do estado e dentro do estado. Além disso, serve para incentivar os produtores para que ampliem os parreirais, não sendo só para consumo próprio, mas áreas comerciais. Enfim, o nosso município tem uma uva que não deixa nada a desejar, de excelente qualidade”.

Padroeiro

Além da programação no Parque de Eventos, haverá os eventos gastronômicos, dentro da Festa do Padroeiro São Francisco de Sales, que ocorrerão no pavilhão da igreja matriz.

Na sexta-feira (26), às 20h, ocorrerá o jantar da Ovelha Enfarinhada; enquanto no domingo (28), ao meio-dia, será o almoço em comemoração ao aniversário do padroeiro. Mais informações sobre os eventos gastronômicos podem ser obtidas pelos telefones (46) 3226-1281, (46) 9 9111-0755, (46) 9 9104-9976, ou (46) 9 9116-5001.

A 24ª Festa da Uva e do Padroeiro São Francisco de Sales é realizada pelos seguintes parceiros: Prefeitura, Acema (Associação Comercial e Empresarial de Mariópolis), Frutimar (Associação de Fruticultores de Mariópolis) e Paróquia São Francisco de Sales.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink