SC: milho sofre com estiagem
CI
Imagem: Marcel Oliveira
PREJUÍZO

SC: milho sofre com estiagem

O déficit hídrico já ultrapassa 700 milímetros neste ano em Santa Catarina
Por: -Eliza Maliszewski

A estiagem que atinge Santa Catarina já causa desabastecimento das propriedades rurais e compromete as lavouras de milho. Neste ano o déficit hídrico é maior do que 700 milímetros. Segundo a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (FAESC) a situação já é considerada preocupante. 

Algumas localidades precisaram contratar caminhões pipa para abastecer as residências. O milho está com impactos na germinação devido à falta de umidade no solo e muitos produtores terão que fazer o replantio. O problema mais grave é na região oeste onde também há impactos na produção de aves e suínos.

Na Primavera tradicionalmente o Estado recebe chuvas mas neste ano a seca se intensificou e causou atrasos no plantio do cereal. “Ainda não conseguimos mensurar os prejuízos, mas o relato dos produtores indica que não são pequenos”, observa o presidente da FAESC, José Zeferino Pedrozo 

O milho para silagem já foi plantado e, devido à estiagem, renderá menos volume do que o previsto para o ano. A soja, que tem plantio iniciado no final de outubro, também pode ser prejudicada, já que as previsões não indicam chuvas suficientes para os próximos meses. 

A estimativa de área plantada no Estado para a safra é de 320 mil hectares de milho comercial e 220 mil hectares de milho para silagem. “A previsão de colheita de 2,5 milhões de toneladas de milho na safra 2020/2021 em Santa Catarina certamente não será alcançada. O Estado terá que importar ainda mais milho no próximo ano”, projeta o vice-presidente da entidade, Enori Barbieri.
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink