Boi gordo: escalas de abates enxutas
CI
Imagem: Marcel Oliveira
MERCADO

Boi gordo: escalas de abates enxutas

Os compradores seguem com dificuldade em originar a matéria-prima
Por:

Os compradores seguem com dificuldade em originar a matéria-prima. Na última terça-feira (27/10), houve alta de preços da arroba do boi gordo em 21 das 32 praças monitoradas pela Scot Consultoria. Embora o consumo comedido no mercado interno, a disponibilidade limitada de boiadas e as programações de abate enxutas, deixam pouco espaço para preços abaixo da referência.

Em São Paulo, em função das programações de abate curtas, que atendem em média 3,6 dias, associada à proximidade da virada de mês (pagamento de salários), a cotação do ‘’boi comum’’ subiu  R$1,00/@ no dia 27/10 na comparação diária. O animal ficou cotado em R$269,00/@, considerando o preço bruto, à vista, R$268,50/@, com desconto do Senar, e R$265,00/@ com desconto do Funrural e Senar. Para os animais jovens, cujo destino é o mercado chinês, as ofertas de compra chegam a R$273,00/@ bruto e à vista.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink