Safra 20/21 tem 26 casos de Ferrugem Asiática
CI
Imagem: Eliza Maliszewski
SOJA

Safra 20/21 tem 26 casos de Ferrugem Asiática

Número é menor do que na safra passada
Por: -Eliza Maliszewski

Segundo dados do Consórcio Antiferrugem a safra 20/21 de soja está com 26 ocorrências de Ferrugem Asiática. A primeira ocorrência em soja comercial foi em 4 de dezembro em Itaberá (SP), em lavoura em estádio R1. A doença provavelmente tenha vindo da soja perene (Neonotonia wightii) que estava próxima à lavoura. O Paraná concentra o maior número de ocorrências, com 8 casos. Em seguida aparece Goiás, com 6 e Tocantins, com 5. São Paulo e Mato Grosso tem dois casos cada e Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Santa Catarina aparecem com um caso cada. Por estádio o R5 é o que tem maior ocorrência. 

Na comparação com a safra anterior o número de ocorrências está menor, conforme mostram as estatísticas do programa. No período entre 4 de dezembro e 11 de janeiro haviam sido registrados 45 casos da doença. O Paraná também liderava, com 20 ocorrências.

A ferrugem-asiática (Phakopsora pachyrhizi) da soja é a principal doença na cultura da soja e possui um custo médio de US$ 2,8 bilhões por safra no Brasil. Entre as principais estratégias de manejo da doença estão: o vazio sanitário, a utilização de cultivares precoces e a semeadura no início da época recomendada, o uso de cultivares com genes de resistência e o uso de fungicidas.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink