Bula B.fresh - Biorisk
CME MILHO (SET/20) US$ 3,260 (3,62%)
| Dólar (compra) R$ 5,36 (-1,62%)

Bula B.fresh

Metilciclopropeno
9620
Biorisk

Composição

Metilciclopropeno 33 g/kg

Classificação

Terrestre
Regulador de crescimento
5 - Produto Improvável de Causar Dano Agudo
IV - Produto pouco perigoso ao meio ambiente
Não inflamável
Não corrosivo
Pó solúvel (SP)
Bloqueador de etileno

Abacate

Calda Terrestre Dosagem
Persia americana (abacate)

Ameixa

Dosagem Calda Terrestre
Prunus salicina (Ameixa)

Banana

Dosagem Calda Terrestre
Musa spp. (Banana) ( veja aqui ) ( veja aqui )

Caqui

Calda Terrestre Dosagem
Diospyrus kaki (Caqui)

Citros

Dosagem Calda Terrestre
Citrus latifolia (Limão taiti)

Goiaba

Calda Terrestre Dosagem
Psidium guajava (Goiabeira)

Kiwi

Calda Terrestre Dosagem
Actinidia deliciosa (Quivi)

Maçã

Dosagem Calda Terrestre
Malus domestica (Maçã)

Mamão

Dosagem Calda Terrestre
Carica papaya (Mamão) ( veja aqui ) ( veja aqui )

Manga

Calda Terrestre Dosagem
Mangifera indica (Manga)

Melancia

Calda Terrestre Dosagem
Citrus sinensis (Laranja)

Melão

Dosagem Calda Terrestre
Cucumis melo (Melão)

Tomate

Dosagem Calda Terrestre
Solanum lycopersicum (Tomate)

Tipo: Saco
Material: Plástico/Fibra celulósica
Capacidade: 200 kg.

INSTRUÇÕES DE USO

O B.fresh (1-MCP) é um produto inovador que bloqueia a ação do etileno em frutas e hortaliças. Seu modo de ação não tóxico se dá através de uma ligação preferencial com o receptor do etileno, bloqueando os efeitos deste hormônio, gerado internamente ou oriundo de fontes externas. Como a ligação do 1-MCP ao receptor de etileno é substancialmente mais eficiente que a do etileno, o 1-MCP é efetivo em doses extremamente baixas. A maior parte da reação do 1-MCP pode ser revertida com etileno após um determinado período de tempo, reversão esta devido à reposição do etileno nos receptores ou a formação de novos receptores. O 1-MCP é bastante efetivo por reduzir muitos dos efeitos indesejáveis do etileno nos frutos, tais como perda de firmeza, distúrbios fisiológicos e senescência.

MODO E EQUIPAMENTOS DE APLICAÇÃO

Número, Época e Intervalo de Aplicação

Com exceção de maçã, B.fresh deve ser usado em aplicação única, sendo recomendado que as frutas e as hortaliças sejam tratadas o mais próximo possível da colheita, assim que atingirem o ponto de maturação fisiológica. O tempo de exposição mínimo deve ser 24 (vinte e quatro) horas para ameixa, caqui, kiwi e maçã e 12 (doze) horas para as demais culturas, em condições de temperatura de armazenagem e em ambiente hermeticamente fechado, após o qual os frutos podem ser armazenados ou transportados em condições normais. De acordo com a dose utilizada, pode-se obter incremento na vida de prateleira das diferentes culturas de 3 até 6 dias para abacate, de 4 até 8 dias para banana, de até 2 dias para goiaba e mamão, até 3 dias para manga e de 6 até 15 dias para tomate.

MODO DE APLICAÇÃO

Devido à forma de atuação do B.fresh, as frutas e as hortaliças a serem tratadas devem ser expostas ao produto em ambiente hermeticamente fechado. O tratamento pode ser feito em câmaras de armazenamento adequadas para cada tipo de cultura. O produto não se destina a ser usado ao ar livre nem em outras áreas não fechadas. Para aplicação do B.fresh, proceda da seguinte forma: Aplicação com Equipamento Gerador: Instale o equipamento aplicador no local onde o tratamento será feito. Imediatamente antes do uso, adicione no equipamento a quantidade adequada de água. Aperte o botão para dar início à injeção de ar na água e proporcionar o borbulhamento. Em seguida, adicione a embalagem hidrossolúvel contendo a quantidade necessária do B.fresh sobre a água. Deixe imediatamente o local de tratamento e feche-o hermeticamente. Mantenha o ambiente de tratamento hermeticamente fechado durante o tempo mínimo de exposição recomendado para cada cultura. Recomenda-se a ventilação do ambiente de tratamento após o período de exposição indicado.

Aplicação Manual (ambientes menores que 300 metros cúbicos)

1. Meça o volume do ambiente fechado em metros cúbicos.
2. Multiplique o número de metros cúbicos pela quantidade de miligramas da dose recomendada para a fruta ou hortaliça que se desejar tratar.
3. Preparo da mistura

a. Adicione a quantidade calculada de B.fresh em um recipiente de plástico rígido com tampa, cujo volume deve variar de acordo com o tamanho do ambiente a ser tratado.
b. Adicione água em quantidade suficiente (mínimo de 25 ml para cada grama de B.fresh) para cobrir o pó de B.fresh.
c. Feche imediatamente o recipiente e agite-o até obter homogeneidade da mistura.
d. Remova a tampa do recipiente no interior do ambiente de tratamento, possibilitando assim a liberação do gás formado pela dissolução do B.fresh na água. Deixe imediatamente o local de tratamento lacrando o ambiente.
e. Mantenha o ambiente de tratamento hermeticamente fechado pelo tempo de exposição mínimo recomendado para a cultura.
f. Recomenda-se a ventilação da câmara após o período de exposição indicado.

INTERVALO DE SEGURANÇA

Não estabelecido.

INTERVALO DE REENTRADA DE PESSOAS NAS CULTURAS E ÁREAS TRATADAS

Não entre no local de tratamento durante a aplicação ou antes da ventilação do ambiente. Mantenha a área tratada fechada por 24 horas após o tratamento e ventile a área por 30 minutos antes de ingressar novamente na câmara. Caso necessite entrar na área, utilize os equipamentos de proteção individual (EPIs) recomendados para uso durante a aplicação

LIMITAÇÕES DE USO

Fitotoxicidade: B.fresh não é fitotóxico às frutas e hortaliças indicadas, quando utilizado de acordo com as instruções de uso recomendadas. Compatibilidade: Durante o período de tratamento de B.fresh, nenhum dispositivo, que possa ter atividade na redução do nível de etileno (filtros com carvão ativado, geradores de ozônio, etc.), deve estar operando no interior do ambiente de tratamento.

INFORMAÇÕES SOBRE OS EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL A SEREM UTILIZADOS

Os equipamentos de proteção individual (EPI) recomendados devem ser vestidos na seguinte ordem: macacão, máscara, óculos e luvas.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana – ANVISA/MS.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pelo Meio Ambiente – IBAMA/MMA.

Não se aplica por se tratar de um regulador de crescimento vegetal.

Não se aplica por se tratar de um regulador de crescimento vegetal.