Bula Bracomip

CI
Habrobracon hebetor (= Bracon hebetor)
22521
Promip

Composição

Habrobracon hebetor 50 Indivíduos/embalagens
Habrobracon hebetor 100 Indivíduos/embalagens
Habrobracon hebetor 200 Indivíduos/embalagens
Habrobracon hebetor 300 Indivíduos/embalagens
Habrobracon hebetor 400 Indivíduos/embalagens
Habrobracon hebetor 500 Indivíduos/embalagens

Classificação

Terrestre
Inseticida biológico
4 - Produto Pouco Tóxico
IV - Produto pouco perigoso ao meio ambiente
Não inflamável
Não corrosivo
Insetos vivos
Inseticida biológico

Tipo: Caixa
Material: Papelão, bioplástico ou plástico
Capacidade: Caixa contendo 10 tubetes com 50, 100, 200, 300, 400 ou 500 indivíduos/tubete.

INSTRUÇÕES DE USO DO PRODUTO

O produto é um inseticida biológico formulado a partir de insetos vivos na fase adulta de Habrobracon hebetor (= Bracon hebetor), que controla Ephestia cautela; Ephestia elutella; Ephestia kuehniella; Plodia interpunctella; Sitotroga cerealella e em todas as culturas com ocorrência dos alvos biológicos. Eficiência agronômica comprovada para produtos armazenados a granel e ensacados: grãos e sementes de trigo, milho, sorgo, aveia, arroz, centeio, cevada, amêndoas de cacau, e farinhas de trigo e milho. É necessário realizar o monitoramento dos alvos biológicos.

MODO DE LIBERAÇÃO

O produto é liberado em campo abrindo a embalagem/tubete e desta forma liberando a saída para os parasitóides Habrobracon hebetor (= Bracon hebetor).

INTERVALO DE REENTRADA DE PESSOAS NA CULTURA E ÁREAS TRATADAS

Não se aplica para o caso de agentes biológicos de controle (organismos vivos).

INFORMAÇÕES REFERENTES A SUA COMPATIBILIDADE COM OUTROS PRODUTOS

Compatível com aplicação de inseticidas químicos seletivos a este organismo.

LIMITAÇÕES DE USO

Os usos do produto estão restritos às recomendações constantes nesta bula.

FITOTOXICIDADE PARA AS CULTURAS INDICADAS

O produto não é fitotóxico para as culturas nas doses e condições recomendadas.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana – ANVISA/MS.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pelo Meio Ambiente – IBAMA/MMA.

Além dos métodos recomendados para o manejo de resistência inseticidas, incluir outros métodos de controle de insetos (ex.: Controle Químico, Cultural, Biológico etc.) dentro do programa de Manejo Integrado de Pragas (MIP), quando disponíveis e apropriado.

Não há registro de desenvolvimento de resistência ao parasitismo e a predação por inimigos naturais.




Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.