Bula Celta - Koppert

Bula Celta

Phytoseiulus macropilis
32517
Koppert

Composição

Phytoseiulus macropilis 20000 ácaros / frasco

Classificação

Terrestre
Agente Biológico de Controle
Não Classificado
IV - Produto pouco perigoso ao meio ambiente
Não inflamável
Não corrosivo
Ácaros vivos
Agente biológico de controle

Todas as culturas com ocorrência do alvo biológico

Tetranychus urticae (Ácaro rajado)

Tipo: Cilindro com tampa de plástico.
Material: Plástico/Papelão.
Capacidade:
100 ml(2.000 ácaros/cilindro)
250 ml(5.000 ácaros/cilindro)
500 ml(25.000 ácaros/cilindro)
1.000 ml(50.000 ácaros/cilindro).

INSTRUÇÕES DE USO

CELTA (Phytoseiulus macropilis) é um agente biológico de controle utilizado no controle do Ácaro-Rajado (Tetranynchus urticae) em qualquer cultura na qual ocorra.

MODO/ EQUIPAMENTO DE APLICAÇÃO

Cilindros: Ao receber os cilindros recomenda-se que os mesmos sejam agitados gentilmente. Em seguida seu conteúdo deve ser liberado na área tratada, utilizando-se a dose recomendada de 100.000 predadores/ha.

INTERVALO DE SEGURANÇA

Não se aplica em função das características do agente biológico de controle.

INTERVALO DE REENTRADA DE PESSOAS NA CULTURA E ÁREAS TRATADAS

Não se aplica em função das características do agente biológico de controle.

LIMITAÇÕES DE USO

Os usos do produto estão restritos aos indicados no rotulo e bula.

INSTRUÇÕES DE ARMAZENAMENTO E CUIDADOS COM O TRANSPORTE DO PRODUTO

O produto CELTA deve ser armazenado e transportado a uma temperatura de 8 – 10°C, sendo que nestas temperaturas o produto apresenta cinco dias de validade após o empacotamento. Entende-se o termo de validade como 5000 ácaros por cilindro.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana – ANVISA/MS.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pelo Meio Ambiente – IBAMA/MMA.

Incluir na sistemática de inspeção ou monitoramento e controle de pragas, quando a infestação atingir o limite de prejuízo econômico, outros métodos de controle de pragas (Ex. controle cultural, biológico, rotação de inseticidas, acaricidas, etc.) visando o programa de Manejo Integrado de Doenças.

O inseto não desenvolve resistência ao seu próprio feromônio.