Bula Destroyer

CI
Spodoptera frugiperda multiple nucleopolyhedrovirus (SfMNPV)
31021
CL Empreendimentos

Composição

Spodoptera frugiperda multiple nucleopolyhedrovirus (SfMNPV) 6,8 g/kg

Classificação

Terrestre
Inseticida microbiológico
Não Classificado
IV - Produto pouco perigoso ao meio ambiente
Não inflamável
Não corrosivo
Pó molhável (WP)
Inseticida microbiológico

Todas as culturas com ocorrência do alvo biológico

Calda Terrestre Dosagem
Spodoptera frugiperda (Lagarta do cartucho) ( veja aqui ) ( veja aqui )

Tipo: Saco
Material: Plástico laminado/Plástico laminado com revestimento em alumínio/Plástico aluminizado
Capacidade: 0,5 a 20 kg

Tipo: Saco
Material: Plástico
Capacidade: 0,05 a 25 kg

Tipo: Saco
Material: Hidrossolúvel
Capacidade: 0,01 a 1 kg

Tipo: Saco
Material: Plástico(contendo internamente saco hidrossolúvel)
Capacidade: 0,05 a 25 kg

Tipo: Frasco
Material: Plástico
Capacidade: 0,05 a 1 kg

Tipo: Tambor
Material: Papelão/Plástico/Metal
Capacidade: 10 a 50 kg

INSTRUÇÕES DE USO

O produto é um inseticida microbiológico (Spodoptera frugiperda multiple nucleopolyhedrovirus)utilizado no controle da Lagarta-docartucho-do-milho (Spodoptera frugiperda), em pós-emergência (foliar) na forma inundativa, em todas as culturas com ocorrência do alvo biológico.

MODO DE APLICAÇÃO

Usar 150 litros de calda por hectare, com o pH da calda superior a 3 e inferior a 8. Dissolver bem uma dose do produto comercial em um litro de água, em seguida colocar no tanque do pulverizador, mantendo a agitação constante da calda durante a aplicação. Aplicar em pós-emergência (foliar) da cultura, por meio de equipamentos terrestres (pulverizador costal manual, motorizado e tratorizado) ou por equipamento aéreo, equipados com pontas do tipo leque, mantendo o tanque sob constante agitação para obter uma suspensão homogênea. Iniciar a aplicação logo após o preparo da calda. As pulverizações deverão ser feitas preferencialmente ao final do dia, nas horas frescas, ou em dias nublados, com umidade relativa de 50%. Armazenar o produto em temperaturas inferiores a 25°C. O produto é válido por 1 ano quando armazenado sob temperatura ambiente ou sob refrigeração.

INTERVALO DE REENTRADA DE PESSOAS NAS CULTURAS E ÁREAS TRATADAS

O intervalo de reentrada é de 4 horas, ou até a secagem da calda. Caso necessite entrar na área tratada antes desse período, utilize os equipamentos de proteção individual (EPIs) recomendados para a aplicação do produto.

LIMITAÇÕES DE USO

O produto não deve ser aplicado quando o pH da calda for inferior a 3 e igual ou superior a 8. Evitar a aplicação entre 10 e 16 horas, pois pode ocorrer a inativação do produto pela luz ultravioleta do sol. Para se obter melhor eficiência, aplicar sempre após as 16 horas. Em horário de verão, aplicar sempre após as 17 horas para evitar a inativação do produto pela luz ultravioleta do sol. Não é recomendada a aplicação conjunta com produtos químicos ou biológicos.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana – ANVISA/MS.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pelo Meio Ambiente – IBAMA/MMA.

Incluir outros métodos de controle de insetos (ex. controle cultural, biológico etc.) dentro do programa de Manejo Integrado de Pragas (MIP) quando disponível e apropriado.

Não existem informações sobre o desenvolvimento de resistência de Telenomus podisi, entretanto, recomenda-se sempre seguir as estratégias de manejo de resistência de insetos:
- Rotação de produtos com mecanismos de ação distintos, quando apropriado;
- Adotar outras táticas de controle, prevista no Manejo Integrado de Pragas (MIP) como rotação de culturas, controle biológico, controle por comportamento etc., sempre que disponível e apropriado;
- Utilizar as recomendações de dose e modo de aplicação de acordo com a bula do produto;
- Sempre consultar um Engenheiro Agrônomo para o direcionamento das principais estratégias regionais para o manejo de resistência e para a orientação técnica na aplicação de inseticidas;
- Informações sobre possíveis casos de resistência em insetos e ácaros devem ser encaminhados para o IRAC-BR (www.iracbr.org.br), ou para o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (www.agricultura.gov.br).




Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.