Bula Fluramim - Adama

Bula Fluramim

CI
Sulfluramida
7996
Adama

Composição

Sulfluramida 3 g/kg

Classificação

Terrestre
Formicida
4 - Produto Pouco Tóxico
III - Produto perigoso
Não inflamável
Corrosivo
Isca Granulada (GB)
Contato, Ingestão

Balde metálico/plástico - 1,0; 2,0; 2,5; 5,0; 6,0; 10; 15; 20; 25; 30; 40; 50 kg
Barrica plástico - 5,0; 20 Kg
Big-bag de plástico - 100; 200; 350; 500; 1.000 Kg
Bombona metálica/plástica - 1,0; 2,0; 2,5; 5,0; 6,0; 10; 15; 20; 25; 30;40; 50 kg
Container metálico/plástico com estrutura metálica - 500; 1.000; 2.000; 5.000 10.000 Kg
Frasco metálico/Plástico - 0,1; 0,2; 0,25; 0,3; 0,5; 1,0; 2,0; 2,5; 5,0 kg
Galão metálico/plástico - 1,0; 2,0; 2,5; 5,0; 6,0; 10; 15; 20; 25; 30; 40; 50 kg
Saco aluminizado - 0,1; 0,2; 0,25; 0,3; 0,5; 1,0; 2,0; 2,5; 5,0 kg
Saco de microfibra celulósica - 0,005; 0,01; 0,02 Kg
Saco plástico - 0,1; 0,2; 0,25; 0,3; 0,5; 1,0; 2,0; 2,5; 5,0; 10 Kg
Saco de papel revestido com polietileno - 0,1; 0,2; 0,25; 0,3; 0,5; 1,0; 2,0; 2,5; 5,0 Kg
Saco de polietileno - 0,01 Kg
Tambor metálico/plástico - 50; 100; 150;200, 250; 400; 500 kg

INSTRUÇÕES DE USO

ÉPOCA, NÚMERO E INTERVALO DE APLICAÇÃO

A aplicação de FLURAMIM deve ser feita de preferência ao final do dia, de modo a permitir o transporte das iscas pelas formigas mesmo à noite, sem que haja interrupção no carregamento. FLURAMIM pode ser aplicado em qualquer época do ano, sendo que uma única aplicação é suficiente para obter o controle, desde que seja feita correta e adequadamente. Usar doses menores para formigueiros pequenos (diâmetro de 20 a 30 cm) e doses maiores para formigueiros grandes (diâmetro de 45 a 60 cm). Para espécie Acromyrmex striatus considerar a dose de 10 g/formigueiro para formigueiros com diâmetro médio de 60 cm de área limpa, ou seja, com diâmetro compreendido entre 45 a 70 cm, com 3 a 4 olheiros por formigueiro. Cálculo da área de terra solta: após a identificação da espécie e da sede aparente do formigueiro, calcula-se a área de terra solta (murundum ou murundu), multiplicando-se o maior comprimento pela maior largura, em metros. Este cálculo é válido para todas as espécies de saúvas citadas anteriormente, para as quais os formigueiros apresentam apenas um monte de terra solta.

MODO DE APLICAÇÃO

FLURAMIM deve ser aplicado diretamente de sua embalagem. Recomenda-se distribuir as iscas do produto atingindo o maior número possível de orifícios ativos (olheiros) do murundum ou murundu, nas trilhas e nas proximidades dos orifícios de abastecimento (trabalho). Evitar o contato manual com o produto. Não depositar as iscas de FLURAMIM no interior dos olheiros, pois as iscas devem ser transportadas pelas formigas. Os olheiros podem se localizar tanto no monte de terra solta, como fora dele.
FLURAMIM não deve ser aplicado em períodos chuvosos nem sob condições de ameaça de chuvas.

INTERVALO DE SEGURANÇA

Não estabelecido devido à modalidade de emprego do produto.

INTERVALO DE REENTRADA DE PESSOAS NAS ÁREAS TRATADAS

Não há necessidade de observância de intervalo de reentrada, desde que as pessoas estejam calçadas ao entrarem na área tratada.

LIMITAÇÕES DE USO

Os usos do produto estão restritos aos indicados no rótulo e bula.
Para assegurar o correto funcionamento do produto no controle das formigas, o mesmo não deve ser tocado e/ou manipulado com as mãos nuas - use sempre luvas de proteção.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana – ANVISA/MS.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pelo Meio Ambiente – IBAMA/MMA.

Incluir outros métodos de controle de pragas (ex. controle cultural, biológico, etc.) dentro do programa do Manejo Integrado de Pragas (MIP) quando disponíveis e apropriados.

GRUPO 13 INSETICIDA

A resistência de pragas a agrotóxicos ou qualquer outro agente de controle pode tornar-se um problema econômico, ou seja, fracassos no controle da praga podem ser observados devido à resistência. O inseticida FLURAMIM pertence ao grupo 13 (Desacopladores da fosforilação oxidativa via disrupção do gradiente de próton) e o uso repetido deste inseticida ou de outro produto do mesmo grupo pode aumentar o risco de desenvolvimento de populações resistentes em algumas culturas. Para manter a eficácia e longevidade do FLURAMIM como uma ferramenta útil de manejo de pragas agrícolas, é necessário seguir as seguintes estratégias que podem prevenir, retardar ou reverter a evolução da resistência: Adotar as práticas de manejo a inseticidas, tais como:
- Rotacionar produtos com mecanismo de ação distinto do Grupo 13. Sempre rotacionar com produtos de mecanismo de ação efetivos para a praga alvo.
- Usar FLURAMIM ou outro produto do mesmo grupo químico somente dentro de um “intervalo de aplicação” (janelas) de cerca de 30 dias.
- Aplicações sucessivas de FLURAMIM podem ser feitas desde que o período residual total do “intervalo de aplicações” não exceda o período de uma geração da praga-alvo.
- Seguir as recomendações de bula quanto ao número máximo de aplicações permitidas. No caso específico do FLURAMIM, o período total de exposição (número de dias) a inseticidas do grupo químico das Sulfonamidas fluoroalifáticas (Sulfluramidas) não deve exceder 50% do ciclo da cultura ou 50% do número total de aplicações recomendadas na bula.
- Respeitar o intervalo de aplicação para a reutilização do (nome do produto – marca comercial) ou outros produtos do Grupo 2B quando for necessário;
- Sempre que possível, realizar as aplicações direcionadas às fases mais suscetíveis das pragas a serem controladas;
- Adotar outras táticas de controle, previstas no Manejo Integrado de Pragas (MIP) como rotação de culturas, controle biológico, controle por comportamento etc., sempre que disponível e apropriado;
- Utilizar as recomendações e da modalidade de aplicação de acordo com a bula do produto;
- Sempre consultar um Engenheiro Agrônomo para o direcionamento das principais estratégias regionais para o manejo de resistência e para a orientação técnica na aplicação de inseticidas;
- Informações sobre possíveis casos de resistência em insetos e ácaros devem ser encaminhados para o IRAC-BR (www.irac-br.org.br), ou para o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (www.agricultura.gov.br).

Corrosivo ao Ferro e Latão.