Bula Imidan 500 WP - Cross Link
CME MILHO (SET/20) US$ 3,076 (-1,22%)
| Dólar (compra) R$ 5,41 (1,29%)

Bula Imidan 500 WP

Fosmete
2128503
Cross Link

Composição

Fosmete 500 g/kg

Classificação

Terrestre
Inseticida
3 - Produto Moderadamente Tóxico
III - Produto perigoso
Não inflamável
Não corrosivo
Pó molhável (WP)
Contato, Ingestão

Sacos de papel multifolhado ou barrica de fibra com revestimento plástico, com capacidade de 25 Kg. Caixa ou barrica de papelão com capacidade para 20 ou 24 unidades de sacos multifolhados/aluminizados ou sacos aluminizados contendo bolsa hidrossolúvel de 0,5 Kg/cada. Caixa ou barrica de papelão com capacidade para 10 ou 12 unidades de sacos multifolhados/aluminizados ou sacos aluminizados contendo bolsa hidrossolúvel de 1,0 Kg/cada. Caixa ou barrica de papelão com capacidade para 2 unidades de sacos multifolhados/aluminizados contendo bolsa hidrossolúvel de 0,5 Kg/cada. Caixa ou Barrica de papelão com capacidade para 5 ou 6 unidades de sacos multifolhados/aluminizados ou sacos aluminizados contendo bolsa hidrossolúvel de 2,0 Kg/cada.

INSTRUÇÕES DE USO

NÚMERO, ÉPOCA E INTERVALO DE APLICAÇÃO

Maçã: Realize no máximo 4 aplicações por safra. Inicie a aplicação quando nas armadilhas for constatado o nível de 0,5 Mosca-das-frutas/frasco/dia e/ou forem capturados mais que 30 machos de Mariposa-oriental por armadilha/semana (PIM - Embrapa).

Citros: Realize no máximo 5 aplicações por safra. Mosca-das-frutas: aplique quando as pragas atingirem o nível de dano econômico e reaplique a cada 10 dias. Bicho-furão: inicie a aplicação quando forem consta-tados 6 adultos/armadilha com feromônio/semana e se houver 10% das plantas com frutos atacados no talhão. Reaplique quando os índices anteriores forem novamente atingidos. Utilize as menores doses quando houver menor pressão da praga e boa presença de predadores na área, conforme o Manejo Inte-grado de Pragas. Psilídeo: inicie a aplicação logo quando for constatada a presença da praga no pomar. Reaplique quando houver reinfestação.
Utilize as menores doses quando houver menor pressão da praga e boa presença de predadores na área, conforme o Manejo Integrado de Pragas.

Pêssego: Realize no máximo 3 aplicações por safra, com intervalo mínimo de 7 dias entre as aplicações. Inicie a aplicação quando forem coletados 10 adultos/armadilha/semana (em armadilhas contendo suco de frutas) ou 20 adultos/armadilha/semana (em armadilhas contendo feromônio sexual).
Observação: Monitore as áreas. Se necessário, utilize outros inseticidas.

MODO DE APLICAÇÃO / EQUIPAMENTO

Equipamentos e condições de aplicação: IMIDAN 500 WP deve ser aplicado via terrestre, com pulveri-zador ou turbo atomizador de tração tratorizada. Utilize bicos de jato cone vazio, tipo JD-10 ou JD-12, ou similares; bicos de jato plano, tipo Teejet XR 11002, ou similares, que produzam gotas finas, com diâmetro médio (VMD) de 100 a 200µ, deposição com densidade de 20 a 40 gotas/cm2. Pulverize sob condições atmosféricas favoráveis, com temperatura não superior a 30ºC, umidade relativa do ar não inferior a 50% e ventos não superiores a 10 km/h.

Preparo da calda: A embalagem interna de IMIDAN 500 WP é solúvel na água (hidrossolúvel), portanto, deve ser colocada, sem abrir, diretamente na água do tanque de pulverização. Coloque água limpa até a metade da capacidade do tanque do pulverizador ou atomizador, e ligue o agitador mecânico. Adicione a quantidade necessária de sacos hidrossolúveis de IMIDAN 500 WP, conforme a dose e volume de calda a aplicar; aguarde a completa dissolução da embalagem e mistura do produto na água. Adicione água para encher o tanque e verifique o pH da calda, utilizando um papel indicador. Caso o pH esteja acima de 6, faça a correção e estabilize na faixa de 5,5 a 6,0. O agitador mecânico deverá ser mantido ligado até o final da aplicação.

Maçã: utilize 1.000 litros de calda por hectare, de modo a obter cobertura adequada das plantas.

Citros: Para o controle das moscas-das-frutas, utilize 200 mL de calda por planta em uma área aproximada de 1 m2 de copa; para bicho-furão utilize 2.000 litros de calda por hectare; para o psilídeo utilize até 2.000 litros de calda por hectare, de acordo com a idade e o porte das plantas.

Pêssego: utilize 800 litros de calda por hectare, de modo a obter cobertura dos ramos, folhas e frutos.


INTERVALO DE SEGURANÇA

Citros: 20 dias
Maçã, pêssego: 7 dias

INTERVALO DE REENTRADA DE PESSOAS NAS CULTURAS E ÁREAS TRATADAS

Não entre na área que o produto foi aplicado antes da secagem completa da calda (no mínimo 48 horas após a aplicação). Caso necessite entrar antes desse período, utilize os equipamentos de proteção indivi-dual (EPIs) recomendados para o uso durante a aplicação.

LIMITAÇÕES DE USO

- Não utilize calda alcalina. A faixa ideal de pH da calda de pulverização é 5,5 a 6.
- É proibida a aplicação manual/costal e aérea para o produto.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana – ANVISA/MS.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pelo Meio Ambiente – IBAMA/MMA.

Incluir outros métodos de controle de insetos (ex.: Controle Cultural, Biológico, etc.) dentro do programa de Manejo Integrado de Pragas (MIP) quando disponível e apropriado.

Qualquer agente de controle de inseto pode ficar menos efetivo ao longo do tempo se a praga alvo desen-volver algum mecanismo de resistência. Implementando as seguintes estratégias de manejo de resistência (MRI) poderíamos prolongar a vida útil dos produtos:
- Qualquer produto para controle de inseto da mesma classe ou modo de ação não deve ser utilizado em gerações consecutivas da mesma praga.
- Utilizar somente as dosagens recomendadas na bula.
- Sempre consultar um Engenheiro Agrônomo para direcionamento sobre as recomendações locais para o MRI.