Bula Iscalure TML Plug

acessos
Trimedlure
8105
Isca Tecnologias

Composição

Trimedlure 555.5 g/kg Ésteres saturados

Classificação

Feromônio
Baixa exposição para uso restrito em armadilhas
IV - Produto de baixo risco ao meio ambiente
Não inflamável
Não corrosivo
Gerador de Gás (GE)
Feromônio
Citros Dosagem Calda Intervalo Época
Aplic
Terrestre Aérea Aplic Seg
Mosca do mediterrâneo
(Ceratitis capitata)
1 a 2 armadilha/ha - - - Tendo em vista o tipo de produto (feromônio) e a modalidade de aplicação não é necessário se estabelecer intervalo de segurança. Monitorar a mosca durante o ano todo, podendo diminuir o número de armadilhas na entressafra

Embalagens com 1, 5, 10, 15, 20, 50, 100, 250, 500, 1000, 5000, 10000, 50000, 100000, 250000 ou 500000 unidades geradoras de gás.

INSTRUÇÕES DE USO DO PRODUTO:

CULTURA E ESPÉCIE MONITORADA:

O produto é recomendado para monitoramento da "Mosca das frutas" (Ceratitis capitata) na cultura de Citrus.

INFORMAÇOES SOBRE OS EQUIPAMENTOS DE APLICAÇÃO:

O produto deve ser aplicado através das armadilhas do tipo Jackson, de papel com bases (refis) de cola ou armadilhas tipo Delta Plástica.

DOSES DE APLICAÇÃO:

Uma unidade de ISCALURE TML PLUG por armadilha de monitoramento.

NÚMERO, ÉPOCA OU INTERVALO DE APLICAÇÃO:

Monitorar a mosca durante o ano todo, podendo diminuir o número de armadilhas na entressafra.

MODO DE APLICAÇÃO:

INSTALAÇÃO DAS ARMADILHAS:

1. Siga as instruções de montagem da armadilha;
2. Montar as armadilhas antes de se fazer a instalação, inclusive colocando os refis com cola e os atrativos;
3. Utilize uma pinça para manipular o atrativo;
4. Não coloque o atrativo na armadilha com a mão, para evitar a contaminação pelo feromônio do lado de fora da armadilha. Havendo esta contaminação, o inseto não entra na armadilha prejudicando o monitoramento;
5. Numere as armadilhas com caneta para retro-projetor , identificando a armadilha, o trativo e o campo onde ficarão;
6. Coloque as armadilhas três metros para dentro do pomar;
7. Pendure as armadilhas no terço superior da árvore, entre 1,80 a 2, 10 metros do solo.

INSPEÇÃO DAS ARMADILHAS:

1. Faça a contagem dos insetos retirando-os do fundo com cola com uma espátula ou algo
semelhante. Depois da retirada dos insetos o fundo estará limpo para capturar na próxima
semana.
2. Como monitoramento padrão, é recomendada a frequência de no mínimo uma vez por semana, sempre no mesmo dia da semana.
3. Troque os fundos quando estes estiverem com pouca aderência. Isto pode ocorrer pelo depósito de pó dentro da armadilha, na contagem semanal de insetos, quando são retirados das armadilhas, pois a cola adere nos mesmos, diminuindo a sua quantidade e a adesividade no fundo ou quando houver muitas capturas que dificultem sua retirada.
4. Troque os septos com feromõnio a cada 6 semanas.
5. Na remoção dos atrativos, depois de vencida a duração deles no campo, retire o atrativo velho da armadilha, nunca deixando um atrativo novo e um velho, deixe somente o atrativo novo.
6. O atrativo velho retirado da armadilha deve ser enterrado ou queimado em local fora do pomar, para evitar de se ter uma fonte de feromõnio no pomar.

DISTRIBUIÇÃO E DENSIDADE DE COLOCAÇÃO DAS ARMADILHAS:

Faça uma distribuição eqOidistante das armadilhas.
Use uma a duas armadilhas por hectare. No caso de áreas com menos de dois hectares utilize pelo menos duas armadilhas, a fim de possibilitar o uso do dado da média de capturas.

INTERVALO DE SEGURANÇA:

Tendo em vista o tipo de produto (feromônio) e a modalidade de aplicação não é necessário se estabelecer intervalo de segurança.

INTERVALO DE REENTRADA DE PESSOAS NAS CULTURAS E ÁREAS TRATADAS:

(De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana -
ANVISA/MS).

LIMITAÇÕES DE USO:

Uso exclusivamente agrícola.
Não aplicar em dias chuvosos.

OBSERVAÇÕES IMPORTANTES:

Procure agregar as informaçoes coletadas pelas armadilhas de localização, cultivos vizinhos, solo, idade da planta. Quanto mais precisos forem esses dados, mais correlações importantes eles poderão fornecer.
Para que os dados coletados no campo dêem informação da distribuição geográfica da praga
dentro da plantação é necessário que a malha formada pela distribuição das armadilhas seja a
mais fechada possível, distribuída em toda a área numa distãncia igual entre elas.
Anote os dados em planilha.
Faça o acompanhamento do aumento e da diminuição do inseto-praga em gráfico.

INFORMAÇÕES SOBRE OS EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL A SEREM UTILIZADOS:

Durante a manipulação, preparação e aplicação, use macacão, luvas, máscara provida de filtros especiais e botas.

PRECAUÇÕES GERAIS:

• Leia e siga as instruções deste rótulo e da bula.
• Mantenha o produto afastado de crianças e animais domésticos.
• Não coma, não beba e não fume durante o manuseio ou aplicação do produto.
• Mantenha o produto afastado de alimentos ou ração animal.
• Produto de baixo risco toxicológico.
• Uso exclusivamente agrícola.
• Durante a manipulação, preparação e aplicação, use macacão, luvas, máscara provida de filtros especiais e botas.

PRECAUÇÕES DURANTE MANUSEIO E APLICAÇÃO:

Evite o máximo possível, o contato com a área de aplicação. Use macacão, luvas, máscara facial provida de filtros especiais e botas. Mantenha afastado das áreas de aplicação, crianças, animais domésticos e pessoas desprotegidas. Aplicar sempre as doses recomendadas.

PRECAUÇÕES APÓS A APLICAÇÃO:

Não reutilize a embalagem vazia. Mantenha o restante do produto adequadamente fechado, em local trancado, longe do alcance de crianças e animais. Após a aplicação do produto remova os equipamentos de proteção, tome banho e lave as roupas. Ao lavar a roupa, utilizar luvas e avental impermeável.

PRIMEIROS SOCORROS:

• Procure imediatamente assistência médica em qualquer caso de suspeita de intoxicação.
• Sempre que for ao médico devido ao manuseio ou aplicação de um agrotóxico deve-se levar uma embalagem com rótulo legível ou bula.
• Em caso de ingestão não provoque vômitos, procure o médico, levando a embalagem, o rótulo, a bula ou a receita agronômica do produto.
• Em caso de contato com a pele lave com água em abundãncia e, se houver irritação, procure o médico, levando a embalagem, rótulo, bula ou a receita agronômica do produto.
• Em caso de inalação procure local arejado.

TRATAMENTO MÉDICO:

Tratamento sintomático.

MECANISMOS DE AÇÃO, ABSORÇÃO E EXCREÇÃO PARA O SER HUMANO:

Ainda não existem estudos sobre metabolismo deste produto com animais ou efeitos relatados em seres humanos.

EFEITOS AGUDOS E CRÔNICOS:

Ainda não existem estudos sobre efeitos agudos e crônicos deste produto com animais ou efeitos relatados em seres humanos.

TELEFONES PARA OS CASOS DE EMERGÊNCIA:

CENTROS DE INFORMAÇÃO TOXICOLÓGICA:

• DF: (61) 448-1082 • MG: (31)3239-9308 • MS: (67)386-8655 • MT: (65)617-1715 • PR: 0800-410.148 • RJ: (21)2573-3244 • RS: 0800-780.200
• SC: 0800-643.5252 • SP: 0800-148.110/0800-771.3733 • ES: 0800- 283.9904 • GO: 0800-646.4350 • CE: (85) 255.5012 • BA: 0800- 84.4343 • PE: (81)3421-5444 R. 151
EMPRESA: (55) 3332-6844

PRECAUÇÕES DE USO E ADVERTÊNCIA QUANTO AOS CUIDADOS DE PROTEÇÃO AO MEIO AMBIENTE:

- Este é um produto de BAIXO RISCO AMBIENTAL.
- Evite a contaminação ambiental — Preserve a natureza.
- Utilize somente na forma recomendada.
- Descarte corretamente as embalagens — siga as instruções da bula. ---
- Em caso de acidente, siga corretamente as instruções da bula.

INSTRUÇÕES DE ARMAZENAMENTO DO PRODUTO, VISANDO SUA CONSERVAÇÃO E PREVENÇÃO CONTRA ACIDENTES:

- Mantenha o produto em sua embalagem original.
- O local deve ser exclusivo para produtos tóxicos, devendo ser isolado de alimentos, bebidas ou outros materiais.
- A construção deve ser de alvenaria ou de material não combustível.
- O local deve ser ventilado, coberto e ter piso impermeável.
- Coloque placa de advertência com os dizeres: CUIDADO VENENO.
- Tranque o local, evitando o acesso de pessoas não autorizadas, principalmente crianças.

INSTRUÇÕES EM CASO DE ACIDENTES:

- Utilize equipamentos de proteção individual.
- Contate as autoridades locais competentes e a empresa ISCA TECNOLOGIAS LTDA. - telefone (55) 3332-6844.
- Em caso de incêndio, use extintores de água em forma de neblina, de CO2 ou pó químico, ficando a favor do vento para evitar intoxicação.

PROCEDIMENTOS DE LAVAGEM, ARMAZENAMENTO, DEVOLUÇÃO, TRANSPORTE E DESTINAÇÃO DE EMBALAGENS VAZIAS E RESTOS DE PRODUTOS IMPRÓPRIOS PARA UTILIZAÇÃO OU EM DESUSO:

ESTA EMBALAGEM NÃO PODE SER LAVADA. ARMAZENAMENTO DA EMBALAGEM VAZIA:

O armazenamento da embalagem vazia, até sua devolução pelo usuário, deve ser efetuado em local coberto, ventilado, ao abrigo de chuva e com piso impermeável, no próprio local onde guardadas as embalagens cheias.
Use luvas no manuseio dessa embalagem.
Essa embalagem vazia deve ser armazenada separadamente das lavadas, em saco plástico transparente (Embalagens Padronizadas — modelo ABNT), devidamente identificado e com lacre, o qual deverá ser adquirido nos Canais de Distribuição.

DEVOLUÇÃO DA EMBALAGEM VAZIA:

No prazo de até um ano da data da compra, é obrigatória a devolução da embalagem vazia, pelo usuário, ao estabelecimento onde foi adquirido o produto ou no local indicado na nota fiscal, emitida no ato da compra.
Caso o produto não tenha sido totalmente utilizado nesse prazo, e ainda esteja dentro de seu prazo de validade, será facultada a devolução da embalagem em até 6 meses após o término do prazo de validade.
O usuário deve guardar o comprovante de devolução para efeito de fiscalização, pelo prazo mínimo de um ano após a devolução da embalagem vazia.

TRANSPORTE:

As embalagens vazias não podem ser transportadas junto com alimentos, bebidas, medicamentos, rações, animais e pessoas. Devem ser transportadas em saco plástico transparente (Embalagens Padronizadas — modelo ABNT), devidamente identificado e com lacre, o qual deverá ser adquirido nos Canais de Distribuição.

DESTINAÇÃO FINAL DAS EMBALAGENS VAZIAS:

A destinação final das embalagens vazias, após a devolução pelos usuários, somente poderá ser realizada pela Empresa Registrante ou por empresas legalmente autorizadas pelos órgãos competentes.

É PROIBIDO AO USUÁRIO A REUTILIZAÇÃO E A RECICLAGEM DESTA EMBALAGEM VAZIA OU O FRACIONAMENTO E REEMBALAGEM DESTE PRODUTO.

EFEITOS SOBRE O MEIO AMBIENTE DECORRENTES DA DESTINAÇÃO INADEQUADA DA
EMBALAGEM VAZIA E RESTOS DE PRODUTOS:

A destinação inadequada das embalagens vazias e restos de produtos no meio ambiente causa contaminação do solo, da água e do ar, prejudicando a fauna, a flora e a saúde das pessoas.

PRODUTOS IMPRÓPRIOS PARA UTILIZAÇÃO OU EM DESUSO:

Caso este produto venha a se tornar impróprio para utilização ou em desuso, consulte o registrante através do telefone indicado no rótulo para sua devolução e destinação final.
A desativação do produto acontece pelo calor. Em condições de campo os septos de borracha contendo o feromônio devem ser trocados a cada 06 semanas.

TRANSPORTE DE AGROTÓXICOS, COMPONENTES E AFINS:

O transporte está sujeito às regras e aos procedimentos estabelecidos na legislação específica, que inclui o acompanhamento da ficha de emergência do produto, bem como determina que os agrotóxicos não podem ser transportados junto de pessoas, animais, rações, medicamentos ou outros materiais.

Sempre que houver disponibilidade de informações sobre programas de Manejo Integrado, provenientes da pesquisa pública ou privada, recomenda-se que estes programas sejam implementados.

O inseto-praga não desenvolve resistência ao feromônio.