Bula Metarriz GR Biocontrol - Biocontrol

Bula Metarriz GR Biocontrol

CI
Metarhizium anisopliae isolado IBCB 425
5115
Biocontrol

Composição

Metarhizium anisopliae cepa IBCB 425 40 g/kg

Classificação

Terrestre/Aérea
Inseticida microbiológico
4 - Produto Pouco Tóxico
IV - Produto pouco perigoso ao meio ambiente
Não inflamável
Não corrosivo
Granulado (GR)
Contato

Todas as culturas com ocorrência do alvo biológico

Calda Terrestre Dosagem
Mahanarva fimbriolata (Cigarrinha das raízes)
Zulia entreriana (Cigarrinha das pastagens)

Sacos plásticos de 5 kg.

MODO E EQUIPAMENTO DE APLICAÇÃO

Pós-emergente. Aplicar na presença da praga (espumas com ninfas na base da touceira). Realizar a aplicação terrestre, em dias nublados ou à noite com umidade relativa acima de 80%. Evitar exposição a raios ultravioletas e a temperatura elevada.
Preparo da calda: Levar a campo somente o total que irá aplicar; abrir a embalagem e fazer uma pré-calda em um balde com água pH menor que 7, passar pela peneira com abertura de 100 mesh e colocar no tanque pulverizador devidamente limpo para que os resíduos de inseticidas, herbicidas e fungicidas não inviabilizem o produto, essa limpeza deve ser longe de rios e nascentes. Completar o tanque com água com volume de calda de 200 L/ha, na pulverização granulada aplicar o produto contra o vento. A aplicação pode ser costal, terrestre ou aéreo.

LIMITAÇÕES DE USO

Aplicar somente com umidade acima de 80% na ausência de raios ultravioletas, ou seja, em dias nublados ou à noite, aplicação dirigida á praga, ação por contato, evitar choque térmico, preparar a calda no momento da aplicação, evite exposição aos raios solares e ambientes de temperatura elevada, fazer limpeza com água limpa e sabão neutro nos equipamentos antes da aplicação. O pH ideal é menor que 7.
O armazenamento ideal deve ser em freezer (-8ºC). O produto não é compatível com herbicidas, inseticidas e fungicidas químicos, há compatibilidade com outros produtos biológicos, o fungo entomopatogênico Beauveria bassiana. Para aplicação do produto utilize equipamentos de proteção individual - EPI: macacão de algodão impermeável com mangas compridas passando por cima do punho das luvas e as pernas das calças por cima das botas, botas de borracha, avental impermeável, máscara com filtro mecânico classe P2 ou P3, óculos de segurança com proteção lateral, touca árabe e luvas de nitrila.

INTERVALO DE SEGURANÇA

Não definido devido á natureza microbiológica do ingrediente ativo.

INTERVALO DE REENTRADA DE PESSOAS NAS CULTURAS E ÁREAS TRATADAS

Não há necessidade de observância de intervalo de reentrada, desde que as pessoas estejam calçadas ao entrarem na área tratada.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana – ANVISA/MS.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pelo Meio Ambiente – IBAMA/MMA.

Incluir na sistemática de inspeção ou monitoramento de controle de pragas, quando a infestação atingir o limite de prejuízo econômico, outros métodos de controle de pragas, visando o programa de manejo integrado de pragas.

O Comitê Brasileiro de Ação a Resistência a Inseticidas (IRAC-BR) recomenda as seguintes estratégias de manejo de resistência visando prolongar a vida útil dos inseticidas e acaricidas:
- Qualquer produto para controle de pragas da mesma classe ou de mesmo modo de ação, não deve ser utilizado em gerações consecutivas da mesma praga;
- Utilizar somente as doses recomendadas no rótulo/bula;
- Sempre consultar um Engenheiro Agrônomo para orientação sobre as recomendações locais para o manejo de resistência.