Bula Presence

acessos
Bacillus subtilis linhagem QST 713
1817
FMC - Campinas

Composição

Bacillus licheniformis 200 g/kg Nematicida microbiológico
Bacillus subtilis linhagem QST 713 200 g/kg Fungicida bactericida microbiológico

Classificação

Nematicida Microbiológico
III - Medianamente tóxico
IV - Produto pouco perigoso ao meio ambiente
Não inflamável
Não corrosivo
Pó Dispersível para Tratamento de Sementes (WS)
Tratamento de sementes, Nematicida microbiológico
Todas as culturas com ocorrência do alvo biológico Dosagem Calda Intervalo Época
Aplic
Terrestre Aérea Aplic Seg
Nematóide das galhas
(Meloidogyne incognita)
100 a 150 g p.c./100 kg de sementes - - - Não determinado em função da não necessidade de estipular o limite máximo de resíduo para este ingrediente ativo. Aplicar em tratamento de sementes
Nematóide das lesões
(Pratylenchus brachyurus)
100 a 150 g p.c./100 kg de sementes - - - Não determinado em função da não necessidade de estipular o limite máximo de resíduo para este ingrediente ativo. Aplicar em tratamento de sementes

Conteúdo: 0,25; 0,3; 0,5; 1; 1,5; 2; 2,5; 3; 3,5; 4; 4,5; 5; 10; 20; 50; 100; 200; 300; 400; 500; 945 e 1.000 L.

Presence é um nematicida microbiológico para tratamento de sementes, que atua por contato, com múltiplos mecanismos de ação oriundos da ação sinérgica de Bacillus subtilis e Bacillus licheniformis.
As duas espécies de Bacillus tem alta capacidade de competição no solo onde colonizam o sistema radicular das culturas desde o início de seu desenvolvimento e, devido ao método de tratamento via sementes, o produto tem capacidade de proteger o sistema radicular desde esta fase, promovendo a sanidade da raiz no momento primordial para o sucesso do estabelecimento da cultura.
Os bacillus presentes no PRESENCE alimentam-se dos exsudados radiculares e formam um biofilme protetor ao redor da raiz. Adicionalmente à proteção conferida pelo biofilme, durante o desenvolvimento bacteriano são secretados metabólitos secundários com efeito nematicida e nematostático que atuam de forma a limitar o desenvolvimento dos nematóides.
Diminuição na viabilidade dos ovos, paralisia e mortalidade de juvenis e redução da atratividade da raiz complementam os mecanismos pelos quais raízes em contato com PRESENCE e sua combinação de B. subtilis e B. licheniformis apresentam menor incidência de nematóides.
PRESENCE é uma ferramenta que complementa o manejo integrado de nematóides em diferentes culturas e é indicado para o controle dos seguintes alvos biológicos em tratamento de sementes: Nematóide-das-galhas (Meloidogyne incognita)- 100 a 150 g de p.c./100 kg de sementes; Nematóide-das-lesões (Pratylenchus brachyurus) 100 a 150 g de p.c./100 kg de sementes.
Produto com eficiência agronômica comprovada para a cultura da soja, podendo ser recomendado para qualquer cultura com ocorrência dos alvos biológicos descritos na tabela.
As recomendações técnicas para as demais culturas devem ser obtidas junto ao departamento de Pesquisa e Desenvolvimento da FMC através do email sac.apg@fmc.com ou telefone 0800-171787.

Número, época e intervalo de aplicação:
PRESENCE deve ser diluído em água a aplicado exclusivamente via tratamento de sementes.
Utilizar a dose mais alta em regiões com histórico de nematóides e/ou em condições mais favoráveis ao desenvolvimento desses alvos (histórico de alta pressão, temperaturas e precipitações altas). As menores doses devem ser utilizadas em locais de menor pressão e/ou em condições climáticas menos favoráveis ao desenvolvimento da praga.

Modo de aplicação:
PRESENCE deve ser diluído em água limpa, conforme o volume de calda recomendado para o tratamento de sementes de cada cultura. O volume de calda deve seguir os parâmetros mais indicados para a cultura e não deve ultrapassar o limite máximo recomendado evitando-se, assim, danos à semente.

O tratamento de sementes se faz através de máquinas terrestres específicas e tambores rotativos, que proporcionam segurança na aplicação e cobertura uniforme das sementes.

É importante regular a plantadeira já com as sementes tratadas, pois as mesmas tendem a fluir com menor rapidez que sementes não tratadas. Outras recomendações importantes da pesquisa oficial: manter a regulagem da semeadura quanto à profundidade, e de acordo com a recomendação.

Equipamentos de aplicação:
O tratamento de sementes se faz através de máquinas terrestre específicas, em galpões, os quais proporcionam segurança na aplicação do produto e no tratamento das sementes com as seguintes características:
- Tanque reservatório próprio para o produto;
- Alimentação contínua e mecânica;
- Dosificação simultânea do produto e sementes;
- Secagem interna;
- Saída das sementes tratadas diretamente para a sacaria sem contato manual;

Recomendações de armazenamento e manuseio:
Armazenar o produto em local fresco e seco e livre da incidência direta de raios solares.

Intervalo de segurança:
Não determinado em função da não necessidade de estipular o limite máximo de resíduo (LMR) para este ingrediente ativo.

Intervalo de reentrada das pessoas nas áreas tratadas:
Como a finalidade do produto é tratamento de sementes, desde que estejam calçadas, não há restrições quanto à reentrada de pessoas em lavouras oriundas de sementes tratadas com o produto.

Limitações de uso:
As sementes tratadas não podem servir para alimentação humana ou animal.
Desde que sejam seguidas as recomendações de uso, não se espera fitotoxicidade para as sementes tratadas. Utilizar somente as doses recomendadas.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana - ANVISA/MS.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pelo Meio Ambiente - IBAMA/MMA.

PRESENCE é uma ferramenta que complementa o manejo integrado de nematóides em diferentes culturas, o qual também deve incluir outros métodos de controle (ex.: controle varietal, rotação de culturas, controle químico, etc).
Os princípios e práticas do Manejo Integrado de Pragas incluem a avaliação do campo e sistema de monitoramento, correta identificação da praga-alvo, monitoramento populacional e rotação de nematicidas com diferentes mecanismos de ação.

Por se tratar de um nematicida microbiológico não se tem relatos da evolução da resistência de nematóides a Bacillus subtilis e Bacillus licheniformis. Entretanto, outras práticas de controle, como rotação de culturas e controle químico devem ser considerados no manejo de nematóides.