Bula Quartz SC - Laboratório de Bio Controle Farroupilha Ltda

Bula Quartz SC

acessos
Bacillus amyloliquefaciens Cepa IBSBF 323
30918
Laboratório de Bio Controle Farroupilha Ltda

Composição

Bacillus amyloliquefaciens Cepa IBSBF 323 1.5 % Fungicida/Nematicida microbiológico

Classificação

Fungicida microbiológico
III - Medianamente tóxico
IV - Produto pouco perigoso ao meio ambiente
Não inflamável
Não corrosivo
Suspensão Concentrada (SC)
Fungicida microbiológico

Todas as culturas com ocorrência do alvo biológico Dosagem Calda Intervalo Época
Aplic
Terrestre Aérea Aplic Seg
Mofo cinzento
(Botrytis cinerea)
1 a 2 L p.c./ha 200 a 1000 L de calda/ha - Realizar no máximo de 3 a 5 pulverizações Não determinado em função da não necessidade de estipular o LMR para esse produto Aplicar a partir do estádio de desenvolvimento 85 (primeiros frutos com coloração específica da cultivar)

INSTRUÇÕES DE USO:

QUARTZ é um fungicida microbiológico a base de Bacillus amyloliquefaciens, eficaz no controle de Botrytis cinerea (mofo cinzento) em todas as culturas com ocorrência do alvo biológico. As recomendações de uso devem ser obtidas com o Departamento Técnico do Laboratório de Bio Controle Farroupilha Ltda. Telefone: 0800 940 4377 - E-mail: departamentotecnico@labfarroupilha.com.

CONCENTRAÇÃO E MODO DE PREPARO DE CALDA: 3 x109 ufc/mL de produto

Preparo da Calda: O produto pode ser utilizado diretamente na dosagem recomendada sem necessidade de pré diluição ou outros cuidados especiais.

• Volume de calda de 200-1000 litros por hectare.

NÚMERO, ÉPOCA E INTERVALO DE APLICAÇÕES:

Via pulverização é recomendada de 3 a 5 pulverizações a partir do estádio de desenvolvimento 85 (primeiros frutos com coloração específica da cultivar).

MODO E EQUIPAMENTOS DA APLICAÇÃO:

O produto pode ser adicionado diretamente no pulverizador sem a necessidade de pré diluição. O produto é aplicado via pulverização, em pós emergência, utilizando pulverizadores costais ou de arraste.

Limpeza do Equipamento:

Limpar muito bem os equipamentos a fim de eliminar resíduos de inseticidas, herbicidas ou fungicidas químicos.

Atenção:
a) Não realizar a limpeza próximo de lagos, rios ou reservas de água.
b) Realizar esta limpeza em local adequado onde os resíduos tenham o destino estabelecido em legislação.
- O ideal é encher o tanque do pulverizador com água e adicionar 1 litro de solupan ou 1 Kg de sabão em pó para cada 400 litros de água. Deixar essa mistura em repouso por 12 horas. Em seguida, agitar a mistura e aspergir todo o volume através dos bicos de pulverização. Posteriormente, enxaguar com água limpa usando como escoamento sempre os bicos. Nessa operação aproveita-se para testar a regulagem da vazão.

INTERVALO DE SEGURANÇA:

Não determinado em função da não necessidade de estipular o LMR para esse produto.

INTERVALO DE REENTRADA DE PESSOAS NAS CULTURAS E ÁREAS TRATADAS:

Não se aplica para o caso de agentes biológicos de controle (organismos vivos).

LIMITAÇÕES DE USO:

Os usos do produto estão restritos aos indicados no rótulo e bula. Quando este produto for utilizado nas doses recomendadas, não causará danos às culturas indicadas. Recomenda-se aplicar nas horas mais frescas do dia, preferencialmente ao final da tarde ou a noite, em dias nublados ou com garoa bem fina. Nessas condições, a exposição dos conídios (esporos) da bactéria à radiação UV do sol (fator de inviabilização da bactéria) é menor.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana – ANVISA/MS.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pelo Meio Ambiente – IBAMA/MMA.

Sempre que houver disponibilidade de informações sobre o Manejo Integrado de Pragas - MIP, provenientes da pesquisa pública ou privada, recomenda-se que estes programas sejam implementados.

Não existem informações sobre o desenvolvimento de resistência de Bacillus amyloliquefaciens (IBSBF 3236).