Bula Sempra

CI
Halossulfurom-metílico
7594
UPL

Composição

Halossulfurom-metílico 750 g/kg

Classificação

Terrestre/Aérea
Herbicida
5 - Produto Improvável de Causar Dano Agudo
III - Produto perigoso
Não inflamável
Não corrosivo
Granulado Dispersível (WG)
Seletivo, Sistêmico

Tipo: Embalagem
Material: Hidrossolúvel ou de papel(aluminizado ou plastificado) acondicionada em caixa de papelão de 1,5 kg
Capacidade: 150 g.

Tipo: Saco
Material: Papel, plástico, polietileno ou metalizado
Capacidade: 10; 15; 20; 30; 40; 50; 60; 75; 100; 200; 250; 500; 600 e 750 g.

Tipo: Caixa, frasco ou cartucho.
Material: Papel, metálico ou plástico
Capacidade: 1,0; 1,5; 2,0; 3,0; 2,5; 4,0; 4,5; 6,0; 8,0; 15 e 25 kg.

Tipo: Tambor
Material: Metálico ou plástico
Capacidade: 250 kg.

Tipo: Tambor
Material: Metálico
Capacidade: 20; 50; 100; 150 e 200 kg.

Tipo: Container
Material: Metálico ou em estrutura de madeirite naval com bolha
Capacidade: 100; 200; 500; 1.000; 1.100; 1.200; 1.300; 1.500 e 20.000 kg.

Tipo: Big-bag
Material: Tecido com proteção impermeável
Capacidade: 100; 150; 200; 250; 300; 400; 500; 750; 1.000; 1.500; 2.000; 5.000 e 10.000 kg.

Conforme bula lançada no Sistema Agrofit – MAPA.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana – ANVISA/MS.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pelo Meio Ambiente – IBAMA/MMA.

Sempre que houver disponibilidade de informações sobre programas de Manejo Integrado, provenientes da pesquisa pública ou privada, recomenda-se que estes programas sejam implementados.

O uso sucessivo de herbicidas do mesmo mecanismo de ação para o controle do mesmo alvo pode contribuir para o aumento da população da planta daninha alvo resistente a esse mecanismo de ação, levando a perda de eficiência do produto e um consequente prejuízo. Como prática de manejo de resistência de plantas daninhas e para evitar os problemas com a resistência, seguem algumas recomendações:
- Rotação de herbicidas com mecanismos de ação distintos do Grupo B para o controle do mesmo alvo, quando apropriado;
- Adotar outras práticas de controle de plantas daninhas seguindo as boas práticas agrícolas;
- Utilizar as recomendações de dose e modo de aplicação de acordo com a bula do produto;
- Sempre consultar um engenheiro agrônomo para o direcionamento das principais estratégias regionais para o manejo de resistência e a orientação técnica da aplicação de herbicidas;
- Informações sobre possíveis casos de resistência em plantas daninhas devem ser consultados e, ou, informados à: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas (SBCPD: www.sbcpd.org), Associação Brasileira de Ação à Resistência de Plantas Daninhas aos Herbicidas (HRAC-BR: www.hrac-br.org), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA: www.agricultura.gov.br).

GRUPO B HERBICIDA

O produto herbicida é composto por HALOSSULFUROM-METÍLICO, que apresenta mecanismo de ação dos Inibidores da acetolactato sintase (ALS) (síntese de aminoácido de cadeia ramificada), pertencente ao Grupo B, segundo classificação internacional do HRAC (Comitê de Ação à Resistência de Herbicidas).




Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.