Bula Trifluralina Milenia

acessos
Trifluralin
18893
Adama

Composição

Trifluralina 455 g/L Dinitroanilina

Classificação

Herbicida
III - Medianamente tóxico
II - Produto muito perigoso
Inflamável
Não corrosivo
Concentrado Emulsionável (EC)
Seletivo
Algodão Dosagem Calda Intervalo Época
Aplic
Terrestre Aérea Aplic Seg
Beldroega
(Portulaca oleracea)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Capim arroz
(Echinochloa crusgalli)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Capim braquiária
(Brachiaria decumbens)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Capim carrapicho
(Cenchrus echinatus)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Capim colchão
(Digitaria horizontalis)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Capim colonião
(Panicum maximum)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Capim custódio
(Pennisetum setosum)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Capim massambará
(Sorghum halepense)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Capim pé de galinha
(Eleusine indica)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Caruru comum
(Amaranthus viridis)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determiando. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Caruru gigante
(Amaranthus retroflexus)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Caruru roxo
(Amaranthus hybridus)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Milhã
(Digitaria ciliaris)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Papuã
(Brachiaria plantaginea)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Amendoim Dosagem Calda Intervalo Época
Aplic
Terrestre Aérea Aplic Seg
Beldroega
(Portulaca oleracea)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Capim arroz
(Echinochloa crusgalli)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Capim braquiária
(Brachiaria decumbens)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Capim carrapicho
(Cenchrus echinatus)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Capim colchão
(Digitaria horizontalis)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Capim colonião
(Panicum maximum)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Capim custódio
(Pennisetum setosum)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Capim massambará
(Sorghum halepense)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Capim pé de galinha
(Eleusine indica)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Caruru comum
(Amaranthus viridis)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determiando. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Caruru gigante
(Amaranthus retroflexus)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Caruru roxo
(Amaranthus hybridus)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Milhã
(Digitaria ciliaris)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Papuã
(Brachiaria plantaginea)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Feijão Dosagem Calda Intervalo Época
Aplic
Terrestre Aérea Aplic Seg
Beldroega
(Portulaca oleracea)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Capim arroz
(Echinochloa crusgalli)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Capim braquiária
(Brachiaria decumbens)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Capim carrapicho
(Cenchrus echinatus)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Capim colchão
(Digitaria horizontalis)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Capim colonião
(Panicum maximum)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Capim custódio
(Pennisetum setosum)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Capim massambará
(Sorghum halepense)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Capim pé de galinha
(Eleusine indica)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Caruru comum
(Amaranthus viridis)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determiando. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Caruru gigante
(Amaranthus retroflexus)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Caruru roxo
(Amaranthus hybridus)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Milhã
(Digitaria ciliaris)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Papuã
(Brachiaria plantaginea)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Soja Dosagem Calda Intervalo Época
Aplic
Terrestre Aérea Aplic Seg
Beldroega
(Portulaca oleracea)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Capim arroz
(Echinochloa crusgalli)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Capim braquiária
(Brachiaria decumbens)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Capim carrapicho
(Cenchrus echinatus)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Capim colchão
(Digitaria horizontalis)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Capim colonião
(Panicum maximum)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Capim custódio
(Pennisetum setosum)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Capim massambará
(Sorghum halepense)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Capim pé de galinha
(Eleusine indica)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Caruru comum
(Amaranthus viridis)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determiando. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Caruru gigante
(Amaranthus retroflexus)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Caruru roxo
(Amaranthus hybridus)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Milhã
(Digitaria ciliaris)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio
Papuã
(Brachiaria plantaginea)
1,5 a 2 L p.c./ha 200 a 250 L de calda/ha 50 L de calda/ha (aéreo) - Não determinado. Aplicado até 6 semanas antes do plantio

Garrafa plástica de 1 litro. Garrafa de alumínio de 1 e 5 litros. Embalagens metálicas de 1 e 5 litros.
Balde de aço de 10 e 20 litros. Tambor de aço de 50, 100 e 200 litros. Tambor de aço inox de 50 litros.
Bombona plástica de 5 litros. Tanque de polietileno de 400 litros. Tambor plástico de 50,100 e 200 litros.
Balde plástico de 20 litros.

MODO DE APLICAÇÃO: Misturar em água e aplicar em solo preparado, livre de torrões e restos de vegetação, Aplicar, através de pulverização, no sistema de P.P.I. (Pré-plantio-incorporado). Logo após a aplicação ou no máximo 8 horas após a mesma, deve ser feita a incorporação do produto ao solo, com uma grade dupla de discos a uma profundidade de 10cm. Aplicação aérea ou terrestre.
EQUIPAMENTOS DE APLICAÇÃO: Utilizar equipamento de aplicação terrestre ou aéreo.
Aplicação Terrestre:
Volume de calda: 200 a 250 l/ha.
Bicos: leque 80º ou 110º.
Pressão: 40 lb/pol2 (275,67 KPa).
Tamanho de gotas: 200 a 300 micra.
Densidade de gotas: 12 gotas/cm2.
Aplicação Aérea:
Volume de calda: 50 l/ha.
Bicos: leque.
Pressão: 40 lb/pol2 (275,67 KPa).
Tamanho de gotas: 200 a 600 micra.
Densidade de gotas: 20 a 40 gotas/cm2.
Altura do vôo: 2,5 a 5,0 metros.
Largura da faixa de deposição efetiva: 12 a 25 metros.
Clima: ventos de até 8 Km/hora e umidade relativa do ar mínima de 70%.

MECANISMO DE AÇÃO, ABSORÇÃO E EXCREÇÃO PARA O SER HUMANO: Estudos em ratos e cachorros indicaram que a trifluralina foi absorvido apenas em quantidades nominais após a ingestão. Um traço leve foi encontrado na urina, mas a maior porção passou inalterada através do trato gastrointestinal. A trifluralina absorvida foi dealquilada, os nitrogrupos foram reduzidos, mas a porção trifluorometil não foi modificada. Dados sobre o metabolismo de trifluralina demonstram que aproximadamente 25-30% das doses administradas foram eliminadas via urina e o restante pelas fezes.

EFEITOS AGUDOS E CRÔNICOS: Os efeitos agudos incluem náuseas, vômitos, cólicas abdominais, transtornos cardiovasculares, colapso. Doses altas podem provocar síndrome hemática e renal que se manifestam por dispnéia, cianose intensa com evidências de homólise e metahemoglobinemia: anemia e bloqueio tubular renal por cilíndros hemáticos que levam à anúria. Avaliações de dados disponíveis de estudos a longo prazo sugerem que a trifluralina é um composto nefrotóxico, que induz a formação de cálculos renais, significativos aumentos em nefrose progressiva crônica. Estudos em ratos também revelaram descobertas químicas, tais como aumento da uréia no sangue e aumento na excreção de creatinina, Exames hematológicos neste estudo revelaram alterações hemolíticas, que podem estar relacionadas com a disfunção renal. Nas fêmeas houve um aumento dos rins e no peso das suprarenais, A alteração da tireóide parece estar relacionada com a disfunção renal, devido à alteração dos níveis de iodo e processos metabólicos. Aumento no peso da tireóide foi observado com a dose de 3200 ppm em estudos com ratos.

EFEITOS COLATERAIS: Uma vez que o produto não apresenta efeito terapêutico para o homem, os efeitos anteriormente descritos tratam-se de efeitos colaterais.

PRECAUÇÕES GERAIS: Não coma, não beba e não fume durante o manuseio do produto. Não utilize equipamento com vazamentos. Não desentupa bicos, orifícios e válvulas com a boca. Não distribua o produto com as mãos desprotegidas.

PRECAUÇÕES NO MANUSEIO: Use protetor ocular. O produto é irritante para os olhos. Se houver contato do produto com os olhos, lave-os imediatamente e VEJA

PRIMEIROS SOCORROS: Use máscara cobrindo nariz e a boca. Caso o produto seja inalado ou aspirado procure local arejado e VEJA PRIMEIROS SOCORROS. Use luvas de borracha. Ao contato do produto com a pele, lave-a imediatamente e VEJA PRIMEIROS SOCORROS. Ao Abrir a embalagem, faça-o de modo a evitar respingos. Use macacão com mangas compridas, chapéu de aba larga, avental impermeável e botas.

PRECAUÇÕES DURANTE A APLICAÇÃO: Evite o máximo possível, o contato com a área de aplicação. Não aplique o produto contra o vento. Use macacão com mangas compridas, chapéu de aba larga, luvas e botas.

PRECAUÇÕES APÓS A APLICAÇÃO: Não reutilize a embalagem vazia. Mantenha o restante do produto adequadamente fechado, em local trancado, longe do alcance de crianças e animais. Tome banho, troque e lave suas roupas.

PRIMEIROS SOCORROS: Ingestão: Não provoque vômito, procure logo o médico, levando a embalagem, rótulo, bula ou receituário agronômico do produto. Olhos: Lave com água em abundância e procure o médico, levando a embalagem, rótulo, bula ou receituário agronômico do produto. Pele: Lave com água e sabão em abundância e procure logo o médico levando a embalagem, rótulo, bula ou receituário agronômico do produto. Inalação: Procure local arejado.

ANTÍDOTO: Não se conhece.

TRATAMENTO MÉDICO: Sintomático.

PRECAUÇÕES DE USO E ADVERTÊNCIAS QUANTO AOS CUIDADOS DE PROTEÇÃO AO MEIO AMBIENTE: Este produto é MUITO PERIGOSO - CLASSE II - ao meio ambiente. Evite a contaminação ambiental. Preserve a Natureza. Este produto é altamente tóxico para organismos aquáticos. É proibida a utilização deste produto em qualquer situação que possa haver risco de exposição para organismos aquáticos. Não utilize equipamento com vazamentos. Aplique somente as doses recomendadas. Não aplique o produto na presença de ventos fortes ou nas horas mais quentes. Não lave as embalagens ou equipamento aplicador em lagos, fontes, rios e demais corpos de água. Não execute aplicação aérea de agrotóxicos em áreas situadas a uma distâncias mínima de 500 (quinhentos) metros de povoação e de mananciais de captação de água para abastecimento público; de 250 (duzentos e cinqüenta) metros de mananciais de água, moradias isoladas, agrupamentos de animais e culturas suscetíveis a danos. Observe as disposições constantes na legislação estadual e municipal concernentes a atividades aeroagrícolas. Descarte corretamente as embalagens e restos do produto - siga as instruções constantes no item Destino Final de Resíduos e Embalagens. Em caso de acidente, siga corretamente as instruções constantes na bula.

INSTRUÇÕES DE ARMAZENAMENTO: Mantenha o produto em sua embalagem original. O local deve ser exclusivo para produtos tóxicos, devendo ser isolado de alimentos, bebidas ou outros materiais. A construção deve ser de alvenaria ou de material não comburente. O local deve ser ventilado, coberto e ter piso impermeável. Coloque placa de advertência com os dizeres: CUIDADO VENENO. Trancar o local, evitando o acesso de pessoas não autorizadas, principalmente crianças. Deve haver sempre sacos plástico disponíveis para envolver adequadamente as embalagens rompidas ou para o recolhimento de produtos vazados. Em caso de armazéns maiores deverão ser seguidas as instruções constantes da NBR 9843. Observe as disposições constantes da Legislação Estadual e Municipal.

INSTRUÇÕES EM CASO DE ACIDENTES: Contacte as autoridades locais competentes e a Empresa. Utilize o EPI ( macacão de PVC, luvas e botas de borrachas, óculos protetores e máscara contra eventuais vapores). Isole e sinalize a área contaminada. Em caso de derrame, estanque o escoamento, não permitindo que o produto entre em bueiros, drenos ou cursos de água naturais, e siga as instruções: Piso pavimentado: absorver o produto derramado com terra ou serragem. Recolher o material com auxílio de uma pá e colocar em tambores ou recipientes devidaemte lacrado e identificados. Remover para área de descarte de lixo químico. Lavar o local com grande quantidade de água. Solo: retirar as camadas de terra contaminadas até que atinja o solo não contaminado, e adotar os mesmos procedimentos acima descritos para recolhimento e destinação adequada. Corpos d'água: interromper imediatamente o consumo humano e animal e contactar o centro de emergência da empresa, visto que as medidas a serem adotadas dependem das proporções do acidente, das características do recurso hídrico em questão e da quantidade do produto envolvido. Em caso de incêndio, use extintores de água em forma de neblina, CO2 ou pó químico ficando a favor do vento para evitar intoxicação.

INFORMAÇÕES SOBRE O DESTINO FINAL DAS EMBALAGENS: Não reutilize embalagens vazias. As embalagens devem ser enxaguadas 3 vezes (tríplice lavagem) e a calda resultante acrescentada á preparação para ser pulverizada. As embalagens devem ser destruídas e enterradas em fosso para lixo tóxico. O local para construção do fosso deve ser distante de casas, de instalações ou de qualquer fonte de água, fora do trânsito de pessoas ou animais, porém de fácil acesso e onde não se preveja o aproveitamento agrícola, mesmo a longo prazo. O local não deve ser sujeito a inundações ou acúmulos de água. O solo deve ser profundo, de permeabilidade média, para permitir uma percoloração lenta e degradação biológica do agrotóxico. Abrir um fosso de 1 a 2 m de profundidade, comprimento e largura, não devendo exceder a 3 m, de acordo com as necessidades. Distribuir no fundo do fosso uma camada de pedras irregulares e uma camada de brita. Ao redor do fosso cavar uma valeta, com escoadouro, para impedir a penetração das enxurradas. Reservar uma área suficiente para instalação de mais fossos, de acordo com a necessidade. Isolar a área com cerca de tela, para impedir a entrada de animais e dificultar a entrada de pessoas. Colocar uma placa de advertência (CAVEIRA) com os dizeres: CUIDADO LIXO TÓXICO. Antes de iniciar o uso do fosso e após cada 15cm de material descartado, colocar camadas de cal virgem ou calcário para ajudar a neutralização . Completada a capacidade do fosso, cobrir com uma camada de 50 cm de terra e compactar bem. Uma camada adicional de 30 cm de terra deve ser colocada sobre o aterro, para que este fique acima do nível do terreno. Observar Legislação Estadual e Municipal específica. Fica proibido o enterrio de embalagens em áreas de abrangência do Programa nacional de recolhimento e destinação adequada de embalagens de agrotóxicos, consulte o órgão estadual de meio ambiente.

Sempre que houver disponibilidade de informações sobre programas de Manejo Integrado, provenientes da pesquisa pública ou privada, recomenda-se que estes sejam implementados.

O uso continuado de herbicidas com o mesmo mecanismo de ação pode contribuir para o aumento de população de plantas infestantes a ele resistentes.
Como prática de manejo e resistência de plantas infestantes deverão ser aplicadas herbicidas, com diferentes mecanismos de ação, devidamente registradas para a cultura. Não havendo produtos alternativos recomenda-se a rotação de culturas que possibilite o uso de herbicidas com diferentes mecanismos de ação. Para maiores esclarecimentos consulte um Engenheiro Agrônomo.

Compatibilidade

Não se conhecem casos de incompatibilidade.