Para deixar a crise do setor para trás

Por:
115 acessos

Enquanto o Rio Grande do Sul celebra mais uma edição da Expointer, outra atividade estará movimentando o agro nacional esta semana: o Salão Internacional de Avicultura e Suinocultura – SIAVS 2017. Autoridades de vários estados, empresários, técnicos das áreas pública e privada, produtores, estudantes, todos os elos da cadeia produtiva estarão reunidos em São Paulo para tratar dos desafios e perspectivas da proteína animal brasileira.

É o maior evento dos setores no país, com mais de 150 empresas expositoras e 70 palestrantes do Brasil e outros países da América Latina, Estados Unidos e Europa. Entre eles está o embaixador Roberto Azevêdo, diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), que falará do cenário global e das novas tendências de mercado. Em outro painel, três dos principais líderes da agroindústria brasileira debaterão inovação de processos, agregação de valor e internacionalização como fatores de competitividade. E isso é só uma amostra.

Nosso maior propósito neste momento é unir o setor para superar de vez as dificuldades do primeiro semestre. A Operação Carne Fraca – sempre repito: legítima e necessária – acabou também sendo um duro golpe para milhares de famílias produtoras e agroindústrias que sempre trabalharam com controle e honestidade. Para termos uma ideia, só no Rio Grande do Sul, a avicultura e a suinocultura geram mais de um milhão de empregos diretos e indiretos.

Foi preciso muito trabalho e cooperação para revertermos as suspensões de mercado e voltarmos praticamente aos mesmos patamares de exportações do período anterior. E o esforço segue em frente, para reforçar sempre mais a qualidade do produto nacional. Por isso, a programação desse SIAVS estará focada no desenvolvimento técnico e em questões estruturais e conjunturais como sanidade e inspeção, logística e abastecimento, segurança no trabalho, bem-estar animal e nutrição, além de fatores determinantes para a expansão da nossa presença internacional.

Com o objetivo de fomentar novos embarques, a ABPA, em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), atrairá traders e importadores de diversos países para o evento. Também será realizada uma programação especial com a imprensa internacional para apresentar os diferenciais que colocam o Brasil na liderança mundial nas vendas de proteína animal. Mais de 50 jornalistas estrangeiros já confirmaram a participação.

Superação faz parte do agronegócio. Temos ainda grandes desafios, mas também enormes potencialidades que podem fortalecer as nossas virtudes. Tudo isso estará na Pauta do SIAVS, para o produtor integrado e independente, para agentes sanitários e CEOs da agroindústria. Juntos, vamos vencendo as intempéries, a burocracia e um mercado competitivo para ir além. Ainda mais comprometidos em alimentar o mundo e gerar desenvolvimento para o Rio Grande do Sul e o Brasil.
 
Presidente executivo da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) e ex-ministro da Agricultura

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink