Ácaro da leprose

(Brevipalpus phoenicis)

Culturas Afetadas: Café, Citros

Atacam diversas culturas, como citros e mamão, danificam folhas, ramos e frutos. São alaranjados com duas manchas oculares no dorso. Seu ciclo é de cerca de 18 dias.

Danos - Este ácaro é o transmissor da doença conhecida como leprose dos citros que provoca lesões que podem provocar a queda dos frutos, o que pode levar a perdas consideráveis nos pomares atacados. A doença ataca também os ramos e folhas, quando em maior nível de infestação, onde provocam manchas marrons circundadas por um halo amarelado. As folhas caem após 12 semanas do ataque do ácaro.

Nos frutos, os sintomas se caracterizam por uma mancha deprimida de cor marrom, circundada por um halo amarelado, enquanto o fruto estiver verde. Estes sintomas se manifestam 2 semanas após o ataque do ácaro, sendo que os frutos caem logo após o aparecimento do sintoma.

Os sintomas são variados em função das cultivares, sendo que, em tangerinas, os sintomas de leprose não se manifestam, mesmo com ataque do ácaro.

Controle: Diversos inimigos naturais controlam bem o ácaro da leprose, tais como Stethorus sp e Delphastus sp.

O controle químico deverá ocorrer quando a amostragem mostrar que em 2% das folhas ou frutos examinados for observado infestação do ácaro da leprose ou em 10% das folhas ou frutos examinados for observada a infestação do ácaro da leprose conjuntamente com outra espécie de ácaro. O controle é realizado através de pulverização de acaricida específico registrado para a cultura. 

Deslize o dedo na tabela abaixo para movê-la horizontalmente
Mostrando 1 até 12 de 41