Consórcio AntiFerrugem

Agronegócio

Consórcio AntiFerrugem

Consórcio AntiFerrugem
Por: -José Luis da Silva Nunes
3611 acessos

Consórcio AntiFerrugem

 

Ferrugem asiática Agente causal Ciclo e Epidemiologia Consórcio AntiFerrugem Práticas de Manejo Produtos de Controle Sintomas Vazio Sanitário

 

Introduzida no Brasil na safra 2001/2002, a ferrugem asiática da soja, ainda é considerada um problema novo para sojicultura nacional, no que diz respeito à sua identificação, aos aspectos de manejo e, principalmente, de controle. Para propor soluções a este grande desafio foi criado, em setembro de 2004, o  Consórcio Antiferrugem.

Fazem parte do consórcio instituições representantes dos diversos segmentos da cadeia produtiva da soja como fundações, universidades, institutos de pesquisa, entidades representantes de fabricantes de insumos e cooperativas de produtores.

Um dos objetivos do Consórcio é levar ao agricultor todas as informações disponíveis sobre a doença e capacitá-lo em manejar a doença. Um segundo objetivo do consórcio antiferrugem foi o cadastramento de laboratórios habilitados à identificar a doença e localizados nas principais regiões produtoras do País, para auxiliar na correta identificação da doença.

Uma vez confirmada corretamente identificada pelos laboratórios, a informação é repassada ao mapa de dispersão da doença, que é uma forma de alertar a cadeia produtiva para a presença da doença em uma determinada região. 

Os integrantes do Consórcio Antiferrugem se reúnem anualmente para a avaliação dos resultados e para a discussão das atividades futuras.

 

José Luis da Silva Nunes

Eng. Agrº, Dr. em Fitotecnia


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink