"El niño" deve voltar no segundo semestre
CI
Agronegócio

"El niño" deve voltar no segundo semestre

Por:

O fenômeno ‘El niño" pode voltar a partir do segundo semestre deste ano. Com ele, as chuvas regulares voltam ao sul do país devendo reverter o clima seco que vem predominando na região. Diante disso, a orientação dos analistas de mercado é que os produtores podem apostar na próxima safra que não deverá ter os problemas de estiagem ocorridos este ano. A previsão é do meteorologista Paulo Etchichury da Somar Meteorologia.

Segundo ele, os especialistas já detectaram o aquecimento das águas do Oceano Pacífico Equatorial leste e central, fenômeno que dá origem ao ""el niÀo"". A última vez que o fenômeno climático se manifestou, em 2002, a safra agrícola 2002/03 foi extremamente beneficiada com elevados níveis de produção e produtividade em decorrência das chuvas regulares durante praticamente todo o ciclo das lavouras, lembrou Etchichury.

Conforme ele, em tempo de ""el niÀo"" normalmente as chuvas ocorrem acima da média na região Sul com o retorno do clima seco na região nordeste do país, exatamente ao contrário do que está acontecendo este ano: seca no Sul e chuvas no Nordeste.

Com as chuvas ocorridas ontem na região oeste do Paraná, o meteorologista acredita que começa um período de recuperação da normalidade do clima. Ele ressaltou que o outono, principalmente nos meses de março e abril, ainda terá um índice de chuvas abaixo da média na comparação com períodos de clima normal. ""Mas é certo que essas chuvas estabilizam o quadro de estiagem e que ela não vai se agravar"", assegurou.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink