“Faltam investimentos dignos” em logística
CI
Agronegócio

“Faltam investimentos dignos” em logística

Diz novo presidente da Aprosoja Brasil
Por: -Leonardo Gottems

Diz novo presidente da Aprosoja Brasil

“O produtor rural brasileiro se depara com estradas intransitáveis e estruturas de trinta anos atrás. O que ocorre é a modernização do agricultor e a multiplicação da produção e, por outro lado, a falta de investimentos dignos da categoria que sustenta economicamente o País.” A afirmação é do  novo presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja Brasil), Almir Dalpasquale.


Na posse ocorrida nesta quarta-feira (21.05), o dirigente destacou que a prioridade de sua gestão será destravar o gargalo logístico brasileiro, que inclui os portos “mais atrasados e caros do Planeta” e a a modernização de estradas. Produtor rural em São Gabriel do Oeste (MS) e diretor tesoureiro da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Sistema Famasul), Dalpasquale substitui o também produtor rural de Mato Grosso, Glauber Silveira.

A presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), senadora Kátia Abreu, declarou apoio ao novo presidente. “Precisamos juntos buscar a agilidade da máquina pública e despertar o Governo, que não investe em logística há 30 anos, sobre as oportunidades ferroviárias e hidroviárias,” afirmou a senadora. 


Kátia afirmou que a busca por novos mercados internacionais, a agilidade nos registros de defensivos agrícolas, a legislação trabalhista e as invasões indígenas nas regiões produtivas do País são outros pontos merecedores de toda atenção do setor. “Não adianta sanar o conflito na base, é preciso reestruturar a Funai e torná-la republicana, atingindo o câncer no seu foco”, exemplificou.

O presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), deputado federal Luiz Carlos Heinze, reforçou a importância do setor produtor rural: “O papel da Aprosoja Brasil está estreitamente ligado à valorização do produtor rural. Se o Brasil comemora atualmente o saldo da balança comercial, o fator se deve à soja, carro chefe das exportações”.


A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) foi ressalvada como responsável pelos avanços no setor agrícola. “Se olharmos quarenta anos atrás fica fácil a visualização da evolução na agricultura, promovida pela Embrapa em conjunto com entidades que trabalham pela economia nacional”, reforçou o representante do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Gerardo Fontelles.

Junto com Dalpasquale, assume como vice-presidente da Aprosoja Brasil pelo biênio 2014-2016 o atual vice-presidente da Aprosoja/MT, Ricardo Tomczyk. A Aprosoja Brasil tem representações nos principais estados produtores de grãos, congregando atualmente com 12 entidades estaduais que desenvolvem ações específicas em cada estado.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink