"Vaca louca" põe rebanho em quarentena
CI
Agronegócio

"Vaca louca" põe rebanho em quarentena

Por:

Nove rebanhos bovinos foram colocados em quarentena enquanto prosseguem as investigações sobre a origem do caso de vaca louca - Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB) - registrado na província de Alberta, no Canadá. Sete das fazendas fechadas pela quarentena estão localizadas em Alberta e duas em Saskatchewan. O animal infectado fazia parte do rebanho que está em quarentena na fazenda de Wanham, Alberta. "Continuarão a ser determinadas quarentenas preventivas sempre que necessário no decorrer desta investigação", informou Claude Lavigne, funcionário da Agência Canadense de Inspeção de Alimentos, que chefia a investigação.

O rebanho de Wanham, onde a vaca foi descoberta, está sendo dizimado e as carcaças passarão por exames para identificar possíveis focos da doença que destrói o cérebro. Os resultados ficarão prontos em alguns dias.

Suspeita-se que o local de nascimento da vaca doente seja uma fazenda perto de Baldwinton. Os investigadores acreditam que o animal viveu também em fazendas perto de Lloydminster, Saskatchewan, e Vermilion, Alberta, antes de chagar a Wanham.

As duas fazendas de Alberta que começaram a quarentena ontem deverão fornecer dados sobre as origens da vaca. Foram identificadas outras três fazendas de Alberta, duas perto de Evansburg, e uma perto de Barrhead, na investigação de "possíveis crias" da vaca, disse Lavigne. A prole ainda não foi encontrada.

Ainda não está claro quantas crias ela produziu. Autoridades disseram que a vaca pode ter dado quatro ou cinco crias.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.