32ª Nacional Mangalarga realiza provas funcionais
CI
Agronegócio

32ª Nacional Mangalarga realiza provas funcionais

A programação incluirá provas de maneabilidade, três tambores, seis balizas e andamento, contando ainda com atraentes premiações
Por: -Silvano
Além dos já tradicionais prêmios em dinheiro, evento dará duas motos zero quilômetro aos conjuntos que mais se destacarem nas disputas esportivas

As provas funcionais estarão em destaque na 32ª Exposição Nacional do Cavalo Mangalarga durante o próximo sábado, 18 de setembro.A programação incluirá provas de maneabilidade, três tambores, seis balizas e andamento, contando ainda com atraentes premiações.

Na prova de Maneabilidade, os animais concorrentes precisarão exibir uma série de qualidades, como destreza, agilidade e temperamento. Afinal, trata-se de uma disputa completa, contra o relógio, na qual os participantes precisam mostrar muita habilidade para superar os obstáculos característicos da lida no campo que compõem o percurso.

A prova de três tambores, por sua vez, é uma disputa em que os competidores precisam completar no menor tempo possível o percurso delimitado por três tambores, dispostos na pista em uma posição triangular. E na disputa de seis balizas, também realizada contra o cronômetro, os conjuntos precisam vencer um trajeto com seis balizas dispostas em linha reta a 6,50 metros uma das outras. Para conseguirem um bom resultado nessa modalidade, cavaleiro e cavalo devem trançar as balizas em alta velocidade, mostrando muita agilidade e precisão.
Já a prova de andamento busca valorizar a marcha trotada, uma das mais marcantes características da raça. Nessa disputa, os animais concorrentes são avaliados em diversos quesitos, como: deslocamento, comodidade, sincronia e elegância da movimentação, ausência de movimentos parasitas, regularidade e disposição.

Premiações atraentes

Além dos já tradicionais prêmios em dinheiro, a Associação Brasileira de Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga (ABCCRM) também distribuirá duas motos zero quilômetro aos conjuntos que mais se destacarem nas disputas esportivas desta 32ª edição da mais importante mostra mangalarguista.

A primeira moto será dada ao campeão da prova aberta de maneabilidade, que receberá ainda R$ 4,2 mil. Já o vice-campeão dessa disputa faturará R$ 3 mil, enquanto o terceiro, o quarto e o quinto colocados receberão respectivamente R$ 2,1 mil, R$ 1,5 mil e R$ 1 mil.

A segunda moto será destinada ao vencedor do campeonato de funcionalidade, que envolverá os competidores que tenham se destacado nas categorias abertas das três modalidades esportivas em disputa no evento: maneabilidade, três tambores e seis balizas.

Além disso, as classes abertas tanto de seis balizas como de três tambores terão atraentes premiações em dinheiro. Em cada uma dessas competições, o conjunto vencedor receberá R$ 2 mil enquanto o vice-campeão será premiado com R$ 1 mil. Por sua vez, o terceiro, o quarto e o quinto colocados dessas disputas levarão respectivamente R$ 1 mil, R$ 800 e R$ 700.

A programação funcional incluirá ainda disputas de andamento nas categorias mini-mirim, mirim, feminina e do patrão. Em cada uma dessas classes, os cinco melhores concorrentes serão premiados com medalhas. O mesmo acontecerá, aliás, nas provas de maneabilidade destinadas aos jovens, às mulheres e aos amadores.

A 32ª Nacional Mangalarga, que conta com os patrocínios de Oi, Bohemia e Supra, também está sendo transmitida ao vivo. Para acompanhar os julgamentos basta entrar no endereço www.cavalomangalarga.com.br e acessar o link para a transmissão do evento.

As informações são da assessoria de imprensa da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga (ABCCRM).

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink