5 estados participam em MT de capacitação para novos facilitadores

Agronegócio

5 estados participam em MT de capacitação para novos facilitadores

Programa tem por objetivo desenvolver e estimular o poder pessoal dos empreendedores do agronegócio
175 acessos

Teve início nessa segunda-feira o treinamento promovido pelo Senar Administração Central (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) que capacita novos facilitadores para o Programa Empreendedor Rural (PER) em 2009 e tem por objetivo desenvolver e estimular o poder pessoal dos empreendedores do agronegócio. Além dos educadores do Senar-AR/MT, participam do encontro representantes das regionais de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Rondônia, Paraná e Paraíba. A qualificação acontece no Hotel Fazenda, em Cuiabá, até o próximo dia 7.

“Além de ser uma ótima oportunidade de trocar ideias e experiências com os colegas de outros estados, esse treinamento é de extrema importância porque irá determinar como o produtor deverá receber o conteúdo do curso que será aplicado”, disse Cristiano Leite Ribeiro, instrutor do Senar - Administração Regional do Paraná.

O programa, que foi idealizado pelo Senar-PR em 2003, ganhou o âmbito nacional em 2007, quando em outubro chegou aos produtores mato-grossenses. De acordo com o gerente técnico do Senar-AR/MT, Otávio N. Borges, o programa ganhou força com a repercussão no estado. “Iniciamos o programa há dois anos com projetos nos municípios de Nova Mutum e Campo Verde e para este ano vamos contemplar mais três municípios: Vila Rica, Tangará da Serra e Santa Cruz do Xingu”, disse Nogueira salientando que podem participar dos cursos proprietários e filhos de produtores rurais, homens e mulheres com idade acima de 18 anos, interessados em reorganizar e garantir uma melhor gestão da produção agropecuária.

Em 2008 o PER esteve presente em 22 estados, com participação de 7 mil produtores, já em 2009 está prevista a participação de 24 estados com aproximadamente 438 turmas, o que corresponde a cerca de 11 mil trabalhadores.

“Esse programa é chave para o produtor mudar sua mentalidade, ele adquire todo o conhecimento técnico e uma parte muito grande de desenvolvimento humano, o que achamos ser o diferencial, assim o empreendedor passa a ter uma visão diferente de como agir e pensar”, afirmou Patrícia Machado Gomes, coordenadora de Desenvolvimento e Avaliação do Senar Administração Central.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink