A certificação de produtos é debatida em encontro técnico/PR

Agronegócio

A certificação de produtos é debatida em encontro técnico/PR

“A busca por certificação cresce no ritmo do mercado mundial, que saltou de um volume de negócios da ordem de R$ 1 trilhão, em 1974, para R$ 16 trilhões em 2008”
Por:
1274 acessos
A questão da certificação foi tema de palestra promovida pela Secretaria da Agricultura e Abastecimento, Empresa Paranaense de Classificação (Claspar) e Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar), nesta segunda-feira (30). “A busca por certificação cresce no ritmo do mercado mundial, que saltou de um volume de negócios da ordem de R$ 1 trilhão, em 1974, para R$ 16 trilhões em 2008”, destacou o palestrante José de Abreu, especialista em normalização e avaliação da conformidade, com atuação de mais de 15 anos em regulamentação técnica.


A palestra “Entendendo a Certificação” foi uma iniciativa das instituições para esclarecer e unificar o entendimento sobre o tema, que vem ganhando cada vez mais importância com o crescimento do comércio internacional. O representante do secretário da Agricultura, Otamir César Martins, falou na abertura do evento sobre o benefício para o Estado da certificação da produção paranaense. “Dentro do plano de governo, pretendemos que o Estado agregue mais valor a sua produção”, disse. Segundo o diretor-presidente do Tecpar, Júlio Felix, as três entidades desenvolvem trabalhos relacionados ao tema discutido. “Nós temos várias atividades em conjunto e identificamos a necessidade de harmonizar os conceitos”, explicou.

O presidente da Claspar, Carlos Alberto Scott, destacou a importância de estar sempre atualizando os conhecimentos sobre certificação e uniformizando conceitos.

Para José de Abreu, “nesse contexto de expansão do comércio mundial, onde há grande diversidade de culturas e variações de processos e procedimentos, faz-se necessário o estabelecimento de padrões, normas e regulamentações que garantam a conformidade do que se compra”. Na palestra, ele detalhou os fundamentos da certificação, técnicas, tendências e estruturas necessárias para o desenvolvimento da atividade no Brasil.


Líder - De acordo com o palestrante, o Tecpar já é líder em alguns segmentos da certificação no Brasil, como a produção de orgânicos, por exemplo, mas a instituição deve estar atenta às novas tendências para avançar em outros segmentos. “O Tecpar é um dos organismos de certificação com reputação nacional e uma entidade de referência nesse campo”.

O Tecpar tem expandido sua atuação para outros estados e até outros países. “Agora com a normalização da legislação de orgânicos, para os produtos entrarem no Brasil, precisam atender a legislação nacional e isso está abrindo várias frentes”, disse a gerente da divisão de certificação do Tecpar, Tânia de Carvalho.


A palestra, realizada no Centro de Treinamentos do Tecpar, foi acompanhada por técnicos do Tecpar, da Claspar, do Ministério da Agricultura, da Secretaria de Agricultura, da Emater e do Centro Paranaense de Referência em Agroecologia (CPRA).

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink