A oferta de boiadas melhorou, mas não é abundante
CI
Agronegócio

A oferta de boiadas melhorou, mas não é abundante

O excesso de chuvas afetou fortemente a oferta em regiões como Belo Horizonte, o Norte de Minas Gerais e alguns pontos do Mato Grosso do Sul
Por:
Segundo levantamento da Scot Consultoria, em São Paulo, a referência para o boi gordo fechou esta última semana estável em R$97,50/@, à vista, e R$99,50/@, a prazo, ambos livres de imposto.

O excesso de chuvas afetou fortemente a oferta em regiões como Belo Horizonte, o Norte de Minas Gerais e alguns pontos do Mato Grosso do Sul. Por outro lado, a escassez tem afetado Pelotas-RS.

Apesar de a oferta ter aumentado nos últimos dias, a concorrência entre as indústrias é grande.

Pelo lado dos frigoríficos menores, boa parte conseguiu dar fôlego para as escalas, porém são poucos os que estão fora das compras.

Apesar da melhora, a oferta não é abundante.

No mercado atacadista de carne com osso as cotações recuaram.

Com a demanda fraca e passado o período de abastecimento do varejo, não estão descartados recuos em curto prazo.

O boi casado de animais castrados fechou a semana cotado em R$6,33/kg, enquanto a vaca casada é negociada por R$5,95/kg.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.