ABA apresenta resultados de Avaliação de Reprodutores Angus em Pastejo

Agronegócio

ABA apresenta resultados de Avaliação de Reprodutores Angus em Pastejo

Foram avaliados touros Angus nas mesmas condições ambientais durante 10 meses. Os animais classificados em elite, superior e comercial
Por: -Joana
1287 acessos
A Associação Brasileira de Angus, em parceria com a Embrapa Pecuária Sul, situada em Bagé (RS), promoveu na última quinta-feira (02), uma Tarde de Campo na unidade de pesquisa para apresentar os resultados do 1º Teste de Avaliação de Reprodutores Angus em Pastejo.

Na prova de performance, realizada com apoio do Núcleo Bageense de Criadores de Angus, e coordenada pelos pesquisadores Fernando Cardoso e Joal Brazzale Leal, foram avaliados touros Angus nas mesmas condições ambientais durante 10 meses, em regime de pastejo, para mensuração de quesitos ligados a desempenho, área de olho do lombo, espessura de gordura subcutânea e marmoreio, além de características fenotípicas como conformação carniceira, precocidade de terminação e musculosidade. “Os animais foram avaliados e classificados em três categorias: elite, superior e comercial”, explica o pesquisador Joal Brazzale, sobre o tipo de apreciação feita nos animais.

Segundo Paulo de Castro Marques, presidente da Associação Brasileira de Angus (ABA), unir o ‘know-how’ da Embrapa com a seleção genética Angus promovida pela associação é muito importante e com certeza agrega qualidade as ações realizadas com a raça. “O encontro realizado nesta tarde aqui em Bagé comprova que os criadores da região Sul estão interessados em melhorar a genética do plantel, buscando em instituições como a Embrapa formas de incrementar o manejo”, destaca.

Entre os cinco primeiros colocados da categoria elite estão, respectivamente: TAT.615, da Estância Santa Eulália, de Joaquim Francisco Bordagorry de Assumpção Mello; TAT 2049, da Estância Acácia, de Álvaro Augusto de Almeida Salles; TAT T49, da Cabanha Paipasso, da Corrêa Osório Agropecuária; TAT 1300, da Estância Santa Eulália, de Joaquim Francisco Bordagorry de Assumpção Mello; e TAT TE 1628, da Cabanha Umbu, de Ângelo Bastos Tellechea.

Além do presidente da ABA, também participaram da tarde de campo, o vice presidente da ABA, José Pires Weber; o diretor de marketing Felipe Moura; o diretor do Programa Carne Angus Certificada da ABA, Joaquim F.B.Mello, o chefe geral da Embrapa Pecuária Sul Alexandre Varela; além de vários produtores rurais da região e estudantes de ciências agrárias. Participaram da prova deste ano as cabanhas Agropecuária Correa Osório – Paipasso Red, Cabanha da Maya, Cabanha Dos Tapes, Cabanha Lagoa Preta, Agropecuária Quiri, Reconquista Agropecuária, Estância Santa Thereza, Cabanha Umbu, Capa Negra Agropecuária, além de Estância da Acácia, Estância Santa Amélia, Estância Santa Eulália, Estância Da Barragem, Estância do Baú e Fazenda Pé da Serra.

A prova deste ano foi realizada com apoio das empresas Ouro Fino Saúde Animal, Speedrite, Tortuga Nutrição Animal e Supra Nutrição Animal. 
 
As informações são da Texto Assessoria de Comunicações

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink