Abate de aves registra aumento de 14,3% em MS


Agronegócio

Abate de aves registra aumento de 14,3% em MS

Por:
1 acessos

INDÚSTRIAS – Produção avícola saltou de 8,9 milhões, no final de 2002, para 10,1 milhões de frangos, devido à proximidade das granjas com a matéria-prima.

A avicultura sul-matogrossense iniciou 2003 em ritmo de expansão. Somente em janeiro, a atividade registrou aumento de 14,3% no volume de abates no Estado. No mês passado foram abatidos pelos cinco abatedouros em Mato Grosso do Sul 10,176 milhões de frangos, diante de 8,9 milhões de dezembro de 2002.

O motivo do aumento, segundo analistas, é a proximidade das granjas com a matéria-prima (no caso o milho), que garante acréscimo constante na produção. “A tendência é que este crescimento nos abates continue”, diz o analista Júlio Brissac, da Ruralbusiness. Segundo ele, antigamente a produção de aves tinha grande concentração em Estados, como São Paulo, mas nos últimos anos com a migração dos produtores para atividade no Centro-Oeste, Mato Grosso do Sul ampliou sua fatia no mercado nacional.

Queda

Os abates de bovinos no mês passado caíram em média 5,08% em relação a dezembro de 2002. Em janeiro foram abatidas 280.359 mil cabeças, enquanto em dezembro o volume chegou a 295.361 unidades. O setor de suínos também apresentou retração de 6,4% na produção, com abate de 72.233 unidades em janeiro, diante de 77.238 abates registrados no último mês do ano.

Segundo o analista Júlio Brissac, a queda nos abates de bovinos está relacionada com o atraso no início da safra pecuária, o que causou redução no volume de gado pronto para o abate.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink