Mandioca

Abertas inscrições para eventos nacional e internacional de Mandioquinha-Salsa

Estão abertas as inscrições para o IX ENMS e I ELLA, que vão ocorrer no início de maio de 2018, no Sul de Minas Gerais
Por:
139 acessos

Estão abertas as inscrições para o IX Encontro Nacional de Mandioquinha-Salsa (IX ENMS) e I Encontro Latino Americano de Arracacha (I ELLA), que vão ocorrer no início de maio de 2018, no Sul de Minas Gerais. O IX ENMS será nos dias 8 e 9 em Pouso Alegre e Senador Amaral. Já o I ELLA acontece em 10 de maio, em Pouso Alegre. Os interessados podem se inscrever gratuitamente pelo site da Embrapa Hortaliças (clique aqui), que divide a organização dos eventos com a Emater/Minas Gerais. 

Os interessados em participar devem se atentar para o perfil de cada um dos eventos. O IX ENMS é direcionado a produtores, estudantes, técnicos de empresas de extensão, de cooperativas e de empresas comerciais. “Por meio de palestras e mesas-redondas vamos tratar de questões relacionadas aos principais problemas que depreciam a produtividade das lavouras, sistemas de preparo de mudas e de plantio, manejo e tratos culturais, cultivares tradicionais e melhoradas, além de debater acerca dos canais de comercialização”, esclarece o pesquisador da Embrapa Hortaliças Nuno Madeira, que é um dos coordenadores do evento. 

Para o segundo dia (9/5) está programado Dia de Campo em uma área de produção de mudas no município de Senador Amaral. Na localidade, os participantes terão a oportunidade de verificar, por meio de quatro estações, o desempenho de materiais de mandioquinha-salsa, as boas práticas agrícolas, a propagação e a pós-colheita. O almoço será com pratos à base de mandioquinha-salsa. Para o dia de campo também há necessidade de inscrição pelo site. A previsão é que cerca de 400 pessoas participem em cada um desses eventos.

Encontro internacional:  O I Encontro Latino Americano de Arracacha será o momento em que especialistas da área de ciência e tecnologia do Brasil, Colômbia, Venezuela, Peru, Equador, Bolívia e Porto Rico terão a oportunidade de falar sobre o panorama da pesquisa e da produção de seus países. “A nossa expectativa é estabelecer uma rede de pesquisa e desenvolvimento em torno desta cultura, tendo como subsídio as demandas dos produtores”, observa Madeira. A previsão é reunir cerca de 80 participantes.

Além de palestras, o ELAA contará com apresentação de trabalhos. O prazo para submissão de resumos termina em 31 de março e pode ser feita também pelo site do evento. 

Cultura: Originária da Cordilheira dos Andes, a mandioquinha-salsa, conhecida também como batata-baroa ou batata-salsa, chegou ao Rio de Janeiro, em 1907, de onde se difundiu para regiões serranas do Sudeste e do Sul. Ela também é cultivada no Planalto Central em locais com mais de 1.000 metros de altitude. Atualmente, são cerca de 15 mil hectares cultivados no Brasil com produção estimada em torno de 150 a 200 mil toneladas por ano, envolvendo cerca de 8 mil famílias e movimentando em torno de R$ 2 bilhões anuais. A mandioquinha-salsa também assume expressividade econômica na Colômbia – onde é chamada de arracacha - que divide com o Brasil o status de maior produtor mundial.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink