Ações de prevenção na fronteira seguem sendo reforçadas


Agronegócio

Ações de prevenção na fronteira seguem sendo reforçadas

Vigilância nos estados do Paraná e de Santa Catarina também receberá apoio de militares
Por:
712 acessos
Vigilância nos estados do Paraná e de Santa Catarina também receberá apoio de militares

As medidas de fiscalização adotadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) na divisa com o Paraguai seguem sendo reforçadas nos quatro estados da região. O objetivo das ações definidas desde a última terça-feira, 3 de janeiro, é evitar a introdução do vírus de febre aftosa notificado pelo país vizinho na mesma data.


Em Mato Grosso do Sul, grande parte do contingente de fiscais da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro) que estava de férias foi convocado para participar das atividades. O apoio militar em cinco pontos estratégicos e a vigilância ampliada em 14 postos fixos e em 10 barreiras volantes continua em toda a fronteira do estado.

A fiscalização no Paraná – que já está sendo realizada com a instalação de arcolúvios para a desinfecção de veículos procedentes do Paraguai, nas cidades de Guairá, Santa Helena e Foz do Iguaçu – receberá suporte do exército na Ponte da Amizade, na divisa de Foz do Iguaçu com Ciudad del Este.


Em Santa Catarina, as autoridades estaduais também solicitaram ajuda dos militares, que deverão colaborar nos locais de maior risco nas proximidades com a Argentina. Os procedimentos de rotina em todos os corredores sanitários do estado seguem com maior atenção.

No Rio Grande do Sul, a prevenção foi fortalecida com quatro barreiras volantes na fronteira com a Argentina. Todos os postos do Sistema de Vigilância Agropecuária (Vigiagro) do estado também receberam reforços.

Nesta sexta-feira, 6 de janeiro, o ministro da Agricultura viaja a Mato Grosso do Sul para acompanhar as ações na fronteira com o Paraguai. Pela manhã, ele vai a Ponta Porã visitar os locais de inspeção e acompanhar o trabalho de fiscalização. Em Campo Grande, Mendes Ribeiro Filho se reúne com o governador André Puccineli, com os secretários estaduais de agricultura e pecuária de Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul e com representantes das Superintendências Federais de Agricultura.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink