Acompanhe o fechamento de ontem em Nova York para cana e suco
CI
Agronegócio

Acompanhe o fechamento de ontem em Nova York para cana e suco

Por:

As notícias de que a Tailândia poderá desviar um terço de sua produção de cana-de-açúcar - um total estimado em 74,85 milhões de toneladas, volume considerado recorde - não tiveram influência no mercado internacional. Os contratos para entrega em março fecharam inalterados em 6,12 centavos de dólar por libra-peso, na bolsa de Nova York.

Poucos negócios foram movimentados em razão da semana curta nos EUA, em razão do feriado de Ação de Graças. Em conferência da Organização Internacional do Açúcar (ISO), realizada em Londres, a Datagro prevê que a produção de cana no país até 2012 deverá atingir 572 milhões de toneladas, de acordo com a Dow Jones Newswires. Segundo Plínio Nastari, diretor da consultoria, 57% do total será absorvido na produção de álcool.

Perdas em NY

As cotações do suco de laranja encerraram a terça-feira em baixa na bolsa de Nova York, pressionadas por vendas especulativas em um ambiente de fundamentos baixistas, uma vez que as previsões meteorológicas para a Flórida não sinalizam variações capazes de direcionar os pomares de laranja do Estado americano.

Os contratos com vencimento em janeiro caíram 125 pontos, para 67,35 centavos de dólar por libra-peso, ao passo que os futuros para entrega em março fecharam a 70,80 centavos de dólar, em queda de 130 pontos. É o menor patamar de preços das últimas três semanas, conforme a agência Reuters. No mercado interno, a caixa de 40,8 quilos da laranja pêra destinada às indústrias de suco caiu por R$ 10,34 na média paulista, segundo o Cepea/Esalq.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink