Açúcar recua no mercado internacional; em SP saca fecha acima de R$ 97
CI
Imagem: Pixabay
MERCADO

Açúcar recua no mercado internacional; em SP saca fecha acima de R$ 97

Os contratos futuros do açúcar recuaram na última sexta-feira (23) nas bolsas internacionais
Por:

Os contratos futuros do açúcar recuaram na última sexta-feira (23) nas bolsas internacionais. Em Nova York, na ICE Futures, os lotes do açúcar bruto para março/21 fecharam em 14.72 centavos de dólar por libra-peso, queda de 6 pontos. Os contratos para maio/21 recuaram 8 pontos e foram fixados em 13.99 cents/lb. Os demais vencimentos recuaram entre 1 e 10 pontos.

No entanto, de acordo com a Archer Consulting, na semana, o vencimento para março/21 registrou valorização acumulada de 6.60 dólares por tonelada e um pouco menos para os meses que compõem a safra 21/22 do Centro-Sul (maio, julho e outubro de 2021 e março de 2022) cujo avanço na semana foi de 3.40 dólares por tonelada em média. Interessante notar que para a safra 22/23 a variação positiva na semana foi de 6.60 dólares por tonelada também.

Em Londres, os contratos do açúcar branco com vencimento para dezembro/20 caíram 3,40 dólares e foi fixado em US$ 395,60 a tonelada. Os lotes para março/21 fecharam em US$ 398,40 a tonelada, queda de 2,70. Os demais contratos desvalorizaram entre 1,80 e 2,60 dólares.

Mercado doméstico

Na sexta-feira, em São Paulo, a saca de 50 kg de açúcar cristal fechou em R$ 97,42, alta de 1,53% quando comparada com a véspera. A saca está sendo negociada no mesmo patamar de outubro de 2016, quando oscilou entre 98 e 100 reais, de acordo com a série de preços do Cepea.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink