Adapec/TO alerta para a importância do consumo de produtos inspecionados

Agronegócio

Adapec/TO alerta para a importância do consumo de produtos inspecionados

No primeiro semestre de 2009 foram interditados um entreposto e quatro laticínios clandestinos de produtos de origem animal
Por:
923 acessos
A Adapec- Agência de Defesa Agropecuária- faz um alerta ao consumidor através da Campanha publicitária intitulada, “Selo de Inspeção: A saúde é o nosso maior tesouro”, que começou a ser veiculado, nesta semana na TV e no rádio, sobre a importância da aquisição de produtos de origem animal somente inspecionado, que constam na embalagem o selo do Serviço de Inspeção Estadual (SIE), municipal (SIM) ou federal (SIF). O selo assegura um produto de qualidade, fabricado dentro das normas higiênico-sanitária, e nos padrões estabelecidos nas legislações.

“Queremos conscientizar a população a fiscalizar os produtos que consomem. Essa iniciativa é primordial para a consolidação dos nossos trabalhos, porque os consumidores se tornam multiplicadores de informações e auxiliam na preservação de alimentos saudáveis, por meio de denúncias dirigidas a Anvisa- Agência de Vigilância Sanitária - ou na Adapec, ao suspeitarem de irregularidades no produto ou de empresas clandestinas,” pontua o presidente da Adapec, Humberto Camêlo.

A atuação do Serviço de Inspeção Estadual (SIE) feito pela Agência tem assumido um papel importante, tanto na colaboração da qualidade da saúde dos consumidores, quanto no combate à produção e comercialização de alimentos de origem clandestinos. “Nossos trabalhos têm gerado resultados positivos. Em 2008 houve um aumento de 30% dos estabelecimentos registrados no SIE, em relação ao mesmo período de 2007,” afirma Camêlo.

O coordenador de inspeção animal da Adapec, Francisco Ramos, explica que além da fiscalização nas barreiras fixas e volantes, promove visitas nos estabelecimentos que fabricam e comercializam os produtos. “Nós também orientamos sobre as normas necessárias a obtenção do registro, a aquisição de equipamentos adequados, além da produção, manipulação, processamento e armazenamento dos produtos de origem animal (POA): leite, carne, mel, pescado, ovos e seus derivados,” esclarece.

Ainda segundo Ramos, o consumidor deve estar atento, com os produtos clandestinos ou piratas, pois podem estar impróprios para o consumo e oferecer riscos á saúde pública, causando intoxicações e doenças, a exemplo da tuberculose, brucelose, salmonelose. “Qualquer suspeita de irregularidade pode ser denunciada através do 0800 631122. A ligação é gratuita e o denunciante não precisa se identificar,” destaca.

Selo

O SIF- Serviço de Inspeção Federal é realizado pelo Mapa- Ministério da Agricultura Pecuaria e Abastecimento- e possibilita a comercialização do produto em todo o território nacional. O SIM- Serviço de Inspeção Municipal é feito pela Secretaria da Agricultura de cada cidade e o produto só pode ser comercializado dentro do município. Já o SIE- Serviço de Inpeção Estadual é feito pela Adapec e o produto pode ser comercializado em todo o estado do Tocantins.

Dados

Em 2007 a Adapec registrou no Serviço de Inspeção Estadual (SIE) 16 laticínios e cinco frigoríficos. Já em 2008 o número aumentou para 20 laticínios e nove frigoríficos registrados. Em 2009 até o momento, ja foram contabilizados 20 laticínios e cinco frigoríficos. Sendo que seis laticínios estão em construção e em processo de registro.

As fiscalizações realizadas em 2008, resultaram na interdição de dois laticínios por não possuirem condições higiênicas satisfatórias e nove por serem clandestinos, com a apreensão e destruição de 21.652 toneladas de produtos lácteos. No primeiro semestre de 2009 foram interditados um entreposto e quatro laticínios clandestinos de produtos de origem animal, que resultou na apreensão e destruição de 396 litros de leite, 31.241 toneladas de produtos lactéos e 74kg de produtos cárneos.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink