AGCO e outras cinco empresas renovam convênio para qualificação de mão-de-obra em MT
CI
Agronegócio

AGCO e outras cinco empresas renovam convênio para qualificação de mão-de-obra em MT

Por: -Admin

A AGCO do Brasil renovou durante a Agrishow Cerrado 2004, em Rondonópolis, juntamente com outras cinco empresas de máquinas e implementos agrícolas convênio com a Secretaria de Emprego, Trabalho e Cidadania (Setec) para o projeto "Parceria Rural". O projeto que já qualificou 532 trabalhadores em todo Mato Grosso desde o ano passado visa treinar mais 1.100 trabalhadores para manutenção e operação de máquinas agrícolas neste ano. O evento contou com a presença do governador Blairo Maggi, da secretária da pasta, Terezinha Maggi e do diretor de Marketing da AGCO, Werner Santos. Ao todo, 13 empresas participam do convênio.

O projeto será desenvolvido em 11 cidades de Mato Grosso consideradas pólos na agricultura (Sorriso, Sinop, Lucas do Rio Verde, Nova Mutum, Porto Alegre do Norte, Água Boa, Barra do Garças, Alto Garças, Itiquira, Cuiabá e Cáceres) com o objetivo de propiciar oportunidade de inserção no mercado agrícola que está em expansão no Estado.

Emocionada com a renovação dos convênios, a secretária disse não ter palavras para agradecer o incentivo recebido pelas empresas, que participam do projeto pagando os custos dos instrutores e fornecendo máquinas, implementos e combustível para as aulas práticas. Nas aulas, os alunos aprendem preparar o solo para o plantio, manutenção e operação de máquinas, trato das culturas, colheita de soja e algodão, além de cidadania e direitos trabalhistas.

"Tenho uma grande satisfação e prazer em saber que as empresas estão ajudando as pessoas a se engajarem no mercado de trabalho", ressaltou Terezinha, que Homenageou cada parceiro com um livro contendo todas as ações do programa e uma placa.

Para Maggi, o programa cumpre com o papel de inclusão social porque gera nova oportunidade de emprego. "Este trabalho é importante porque estamos dando oportunidade para pessoas que não conheciam a agricultura de receberem treinamento e com isso novas oportunidades para o trabalho", disse

Segundo levantamento feito pela própria secretaria, apenas 18, das 532 pessoas que participaram do curso não conseguiram ser inseridas até o momento no mercado de trabalho, o índice de inserção está sendo considerado excelente pelo governo do Estado.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink