Ageflor contesta relatório do IBGE
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,046 (0,55%)
| Dólar (compra) R$ 5,60 (-0,69%)


Agronegócio

Ageflor contesta relatório do IBGE

O estudo indica que, nos últimos quatro anos, a área de silvicultura passou de 360 mil hectares para 560 mil ha
Por:
101 acessos

A Ageflor enviou carta ao IBGE contestando relatório técnico "Projeto Levantamento e Classificação do Uso da Terra - Uso da Terra no Estado do Rio Grande do Sul". O trabalho foi lançado em 12 de agosto e, de acordo com o presidente da entidade, Leonel Menezes, ao apresentar dados que indicam o aumento da área de silvicultura no RS, o levantamento não contextualiza os benefícios sociais e econômicos trazidos pelo segmento. Menezes afirma que o texto apresenta somente o ponto de vista dos ambientalistas. "O texto não ficou bem colocado e não tem relação dos números com o conteúdo", diz. Menezes agora, aguarda retorno do pedido de correção e inserção de informações favoráveis à silvicultura. O estudo indica que, nos últimos quatro anos, a área de silvicultura passou de 360 mil hectares para 560 mil ha. "Não questionamos os números, mas queremos que, nós próximos, mais fontes sejam ouvidas", defendeu. O IBGE não se manifestou.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink