Agricultor paranaense ganha prêmio internacional
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,200 (0,72%)
| Dólar (compra) R$ 5,63 (0,59%)


Agronegócio

Agricultor paranaense ganha prêmio internacional

Henrique Gelinski foi um dos cinco Heróis do Hemisfério (Heroes of the Hemisphere) que receberam o troféu indicado pela Pan American Development Foundation (PADF) no dia 17 de outubro
Por: -Silvano
1305 acessos
O proprietário rural Henrique Gelisnki, de São João do Triunfo, foi aos Estados Unidos representar o Brasil e os projetos de adoção de áreas da SPVS

Henrique Gelinski foi um dos cinco Heróis do Hemisfério (Heroes of the Hemisphere) que receberam o troféu indicado pela Pan American Development Foundation (PADF) no dia 17 de outubro, em Fort Lauderdale - Flórida (EUA). Em sua segunda edição, o Heróis do Hemisfério é um prêmio concedido pela organização para destacar e reconhecer pessoas da América Latina e do Caribe que fazem a diferença nas comunidades em que atuam, seja fortalecendo a sociedade em que vivem e/ou criando oportunidades econômicas.

O agricultor é um dos integrantes do Programa Desmatamento Evitado da organização não-governamental Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação Ambiental (SPVS). Dentro desse programa, a Boeing, por intermédio da PADF, financia o projeto "Conservação de Áreas Privadas e Valorização de Serviços ecossistêmicos na Mata Atlântica - Floresta com Araucária", que apóia diretamente as atividades do Sítio Cedro Grande, em São João do Triunfo, no interior do Paraná, onde Henrique reside.

Para o premiado, a grande representatividade do evento na mídia no exterior serviu para conscientizar sobre a importância dos projetos ambientais. "O trabalho que realizo em parceria com a SPVS também é indiretamente um trabalho social, pois todo mundo depende de ar, água e alimentos mais puros, isso não é só para nós", explica.

Segundo Denilson Cardoso, coordenador do Programa Desmatamento Evitado da SPVS, a premiação de Henrique no exterior é um reconhecimento que incentiva os resultados gerais da conservação. "É uma ferramenta para mostrar a importância do trabalho desses heróis. O Henrique estava lá como representante de outros proprietários, que com seus esforços pessoais, conservam suas áreas e acabam beneficiando toda a sociedade", declara.

Além de Henrique, os outros Heróis do Hemisfério 2010 são: Flor Nancy Muelas, da Colômbia; Amarílis Castillo, da República Dominicana; Nicole Orelus, do Haiti e; Monserrat Guzmán Salamanca, do México.

Sobre o programa e a SPVS:

O Programa Desmatamento Evitado é especializado na conservação de remanescentes de florestas privadas, cujo público majoritário é os proprietários rurais. Por meio dos projetos deste programa, a SPVS dá orientação técnica, ensina estratégias de proteção dos remanescentes, subsidia financeiramente ações de manutenção de áreas, além de realizar atividades de interação com a comunidade, obtidas através de oficinas de conscientização ambiental.

Sobre Henrique Gelinski:

Nasceu em 14 de janeiro de 1963, no sítio Cedro Grande, em São João do Triunfo (PR), onde continua morando. Casado e com cinco filhos, atende pelo apelido Enio. Sua consciência ambiental é herança de família. "Veio com meus pais e irmãos mais velhos que há 60 anos já eram contra derrubadas, só vendiam madeira em caso de extrema necessidade e trabalhavam áreas limpas para não precisar avançar e prejudicar as matas fechadas", afirma. Árvores centenárias ainda se mantêm na propriedade, assim como espécies de plantas raras e em perigo de extinção como a canela sassafrás, a imbuia e a própria araucária. Atualmente, trabalha com criação de suínos e abelhas nativas sem ferrão, plantação de fumo orgânico e com agricultura familiar para subsistência. Com a parceria da SPVS, desenvolve a meliponicultura e atividades de Educação Ambiental com os moradores do entorno, por meio de oficinas de conscientização que visam a evitar caçadas e desmatamento. Desde que se inscreveu nos projetos da SPVS, tomou como aprendizado o fato de não estar sozinho na luta a favor do meio ambiente. "Sinto que ainda há esperança de que as coisas vão mudar".
 
As informações são de assessoria de imprensa.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink