Agricultores procuram cultivares de soja que aliem produtividade e precocidade
CI
Agronegócio

Agricultores procuram cultivares de soja que aliem produtividade e precocidade

Licenciamento é realizado para produtores autorizados pela Fundação Pró-Sementes
Por:
Precocidade e produtividade são algumas das principais características procuradas pelos agricultores em uma cultivar de soja. Atenta a esta demanda, a Fundação Pró-Sementes vem buscando, junto a seus parceiros, identificar cultivares que aliem estas duas características.

FPS Iguaçu RR é um exemplo de cultivar de soja que congrega precocidade e alto potencial produtivo. Para o produtor rural Saulo Salles Bevilacqua Neto, da Cabanha Santo Antônio, o material chegou para preencher uma lacuna. Super precoce (pertence ao grupo de maturidade 5.0), é recomendado para  ser utilizado tanto na abertura como no fechamento da semeadura. Na propriedade localizada em Júlio de Castilhos (RS), ela foi semeada no início de outubro e levou 114 dias da emergência a colheita. De acordo com Bevilacqua, não houve necessidade de dessecação.

Na safra 2013/2014, Bevilacqua destinou 100 hectares ao cultivo da FPS Iguaçu RR, e disse que se surpreendeu positivamente. “A lavoura mostrou-se extremamente competitiva, alcançando uma produtividade média de 3.900 kg/ha (65 sacos/ha), com picos de 5.820 kg/ha (88 sacos/ha)”, avalia. De acordo com o produtor, o material apresentou uma boa arquitetura de planta e uma excelente sanidade.

Segundo Victor Sommer, engenheiro agrônomo responsável pela unidade de cultivos de verão da Fundação Pró-Sementes, a FPS Iguaçu RR apresenta alta concentração de vagens no topo da planta, elevado índice de vagens com quatro grãos e um pronunciado peso de mil sementes, proporcionando, assim, uma alta produtividade. É resistente a doenças como oídio e pústula bacteriana. É indicada para cultivo no noroeste do RS, oeste de SC e PR (microrregiões 102 e 201), tendo apresentado também bons resultados em regiões onde se pratica a safrinha.

Satisfeito com os resultados obtidos na última safra, Saulo Salles Bevilacqua Neto já planeja aumentar a área destinada ao cultivo da FPS Iguaçu RR. Na próxima safra de verão, pretende semear 50 hectares já no final de setembro e mais 100 hectares no início de outubro em áreas localizadas nos municípios gaúchos de Pinhal Grande e Júlio de Castilhos. Finalizará a semeadura em dezembro, em uma área de 100 hectares em resteva de cevada na Cabanha Santo Antônio, em Júlio de Castilhos.

A cultivar FPS Iguaçu RR é resultado de uma parceria com a Bayer S.A. e seu licenciamento é realizado exclusivamente para produtores autorizados pela Fundação Pró-Sementes.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink