Agricultores têm acesso gratuito à informação tecnológica
CI
Imagem: Divulgação Elysios
ACESSO GRATUITO

Agricultores têm acesso gratuito à informação tecnológica

Startup gaúcha voltada ao agronegócio promove inclusão digital entre produtores rurais
Por:

Empresa referência em ferramentas digitais para o homem do campo, a Elysios Agricultura Inteligente inova mais uma vez, ao oferecer acesso gratuito a uma série de materiais que facilitam o controle das atividades na propriedade rural.

Entre as opções já disponíveis, planilhas de fluxo de caixa, de custos de insumos, de controle de produção e de depreciação de máquinas vão ajudar na organização dos pequenos e médios produtores rurais. Todas podem ser baixadas no computador ou celular e ser integradas ao dia a dia do agricultor.

Por entender que a internet e o mundo digital ainda não são realidades muito próximas para boa parte dos produtores do Brasil, a Elysios criou ainda um modelo de Caderno de Campo de papel, para o agricultor imprimir e controlar a produção do jeito antigo, totalmente grátis.
“Mais do que uma empresa que entrega ferramentas ao produtor, também oferecemos conhecimento para empoderá-lo e maximizar o resultado da ferramenta. Por isso, estamos disponibilizando meios de começarem a realizar o Caderno de Campo e ter conteúdos gratuitos”, explica Frederico Apollo Brito, CEO e um dos fundadores da Elysios. “Assim, conseguimos apresentar e introduzir a ferramenta para novos produtores e auxiliar os que já tem”.

As novidades não param por aí. Outro item oferecido é o ebook “7 Dicas para Implementar Boas Práticas Agrícolas na Agricultura Familiar”, livro digital que detalha as melhores práticas mundiais em agricultura e se propõe a orientar os interessados em obter certificação nacional ou internacional.

Frederico explica que a empresa está alinhada com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), elaborado pela Organização das Nações Unidas (ONU). “Estamos seguindo as ODSs da ONU, buscando melhorar a condição do alimento produzido levando educação junto à nossa plataforma”, diz o empresário, referindo-se às 17 propostas de ações globais que pretendem, até 2030, diminuir a pobreza, proteger o meio ambiente e o clima e levar paz e prosperidade para pessoas no Brasil e no mundo.

Com sede em Porto Alegre e há cinco anos no mercado, a startup – ou agtech, como são chamadas as startups do agro – a Elysios desenvolve tecnologias como o Caderno de Campo Digital Demetra Produtor, a plataforma de gestão agrícola Demetra Integrador e ainda sistemas de controle e automação de cultivos por meio de sensores. Inovações que utilizam como base o conceito de Internet das Coisas e Inteligência Artificial.

Dentro da realidade de produção de alimentos a partir de boas práticas agrícolas, a rastreabilidade dos cultivos passou a ser uma exigência. “Olhamos a rastreabilidade como uma consequência do produtor rural que realiza suas boas práticas agrícolas. Tanto o mercado quanto o consumidor vão ter muito mais segurança para consumir esse produto”, complementa Brito.

“Eu trabalho para a Hortiflach ser uma propriedade modelo, queremos qualidade como nosso diferencial”, diz o agricultor Rafael Luiz Flach, que está atento às inovações. Há um ano, utiliza o Sistema Multiplataforma Demetra, que reúne Caderno de Campo Digital e sensores de temperatura e umidade do ar, do solo e de radiação solar fornecidos pela Elysios, na propriedade em São José do Hortêncio, a 80 quilômetros de Porto Alegre.

As estufas têm irrigação por gotejamento e todas as atividades realizadas nos cultivos de folhosas são registradas no sistema através do Caderno de Campo Digital. A novidade mudou até a rotina da família, na produção de 10 mil dúzias / mês de alface, rúcula, couve e diversas outras hortaliças, destinadas principalmente para uma grande rede de supermercados. “A gente fazia tudo de cabeça e achava que estava tudo normal, mas às vezes, sobrava muita alface. A rastreabilidade trouxe a resposta, agora sabemos que, quando os dias ficam mais compridos, tem mais sol e então os ciclos das verduras são mais curtos. Esse ano já plantamos quantidade um pouco menor, é menos trabalho e menos desperdício porque fica tudo ali marcado. Na entrada do inverno, tem que aumentar a quantidade porque vai demorar mais tempo para crescer. Agora a gente sabe tudo o que está acontecendo, é mais fácil porque tem tudo na mão, melhorou bastante”, explica Flach.

Há 60 anos no mercado, a Hortiflach hoje é reconhecida no Rio Grande do Sul e também ganhou destaque com uma página na Internet. “É mais uma forma de inclusão digital, ajudamos o produtor a ter um meio para mostrar sua página e apresentar para todos seus clientes. A Hortiflach é um dos nossos Casos de Sucesso, por isso criamos a página e mantemos no nosso site. Todos são clientes e usuários da Elysios”, detalha Brito. Flach revela, orgulhoso, que já foi procurado por novos clientes a partir do site parceiro.

 

 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink