SAZONALIDADE

Agro demitiu mais que contratou em Outubro

Queda no número de vagas é normal para a época, segundo dados históricos
Por: -Leonardo Gottems
127 acessos

Os setores da economia relacionados à agricultura e pecuária fecharam mais vagas do que abriram no mês de Outubro. É o que revela o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho. O setor teve um saldo de 71.650 contratações e 75.201 demissões. Portanto, o deficit de postos de trabalho em Outubro no agro foi de 3.551 vagas.

O setor que gerou mais vagas no agro foi a sojicultura com 2385 postos formais em Outubro, seguido pela produção de cana com 2.894 vagas. Por outro lado, o deficit para a época é normal desde que começou o registro do Caged em 1992. Além disso, o setor agro fechou muito menos postos de trabalho que igual período do ano passado, quando o deficit foi de 12.508 empregos.

No acumulado dos primeiros dez meses de 2017, a criação de vagas superou as demissões em 105.091 empregos com a contração de 886.750 empregados e demissão 781.659 pessoas no setor agropecuário. No acumulado de doze meses, o saldo também foi positivo. Na economia como um todo, o saldo foi positivo em Outubro.

“São números que nos dão ainda mais certeza de que as medidas adotadas pelo governo colocaram o Brasil de volta nos trilhos do crescimento econômico”, afirmou o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, em nota oficial divulgado pelo ministério.

De janeiro a outubro deste ano, foram gerados 302.189 empregos formais. Administração pública e setores da iniciativa privada registraram 12,514 milhões de contratações e 12,212 milhões de demissões no período registrado.


 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink