Agroescola inicia seu ano letivo

Agronegócio

Agroescola inicia seu ano letivo

Os 12 alunos aprovados no processo seletivo da Agroescola iniciaram suas aulas no primeiro dia de setembro.
Por:
987 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

Os 12 alunos aprovados no processo seletivo da Agroescola iniciaram suas aulas no primeiro dia de setembro. A turma foi recepcionada pelo Chefe-Geral da Embrapa Gado de Corte, Cleber Soares, pelo Gerente Adjunto de Transferência de Tecnologia, Ronney Mamede, pelas pesquisadoras Thais Amaral e Alexandra de Oliveira e pelas representantes da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (IAGRO) Marina Dobashi, vice-presidente da instituição e Theresinha Feldens, pedagoga, além da diretora da Agroescola Cleide Alzeman Rocha.

Aos alunos foram apresentadas a grade escolar e a programação do curso que faz parte do programa de transferência de tecnologia e capacitação em pecuária de corte liderado pela Embrapa, que tem como parceiros a Prefeitura Municipal de Campo Grande (PMCG), a Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul (Fundect) e a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).

A aula inaugural constou de palestras e apresentações do curso, institucional da Embrapa, regras da Unidade e de um dos módulos do curso referente a especialização profissional técnica em forragicultura e manejo de pastagem com os blocos temáticos sobre formação, recuperação e manejo de pastagem; integração lavoura pecuária floresta e sistemas silvipastoris.

O curso voltado para estudantes que tenham concluído o ensino técnico profissionalizante em agropecuária está estruturado em cinco módulos com carga horária de 320 horas cada um totalizando 1.600 horas aulas, com duzentos dias letivos. O curso que iniciou em 1º setembro termina em 30 de junho de 2017. Além do módulo citado acima os demais atendem as áreas de melhoramento animal; sanidade animal; sistemas de produção e ovinocultura.

A maioria dos alunos aprovados é oriunda do Centro de Educação Profissional de Aquidauana (Cepa) localizado na unidade da UEMS, como Francieli Silva de Souza, de 21 anos que tem como expectativa conhecer mais sobre os bovinos. "Minha intenção é trabalhar com bovinos e depois fazer a faculdade de medicina-veterinária e considero ser esta uma grande oportunidade de aprimorar meus conhecimentos", disse entusiasmada a estudante.  E não será por falta de suporte que os alunos não alcançarão o desejado. Pesquisadores da Embrapa e da IAGRO é que irão ministrar as aulas na Agroescola que está localizada nas dependências da Embrapa Gado de Corte, em Campo Grande, MS.

Na aula inaugural o que não faltou aos alunos foram palavras de incentivo da Embrapa, da IAGRO e da diretora Cleide Rocha. O Chefe-Geral Cleber Soares colocou a instituição ao dispor dos alunos lembrando a grande oportunidade de terem ingressado na Agroescola. Ele falou de sua trajetória profissional marcada por muito esforço, estudo, ajuda de pessoas e vontade de progredir. "Aproveitem a oportunidade de estarem aprendendo em uma das melhores instituições do mundo e com os melhores profissionais", enfatizou Cleber, colocando-se à disposição dos alunos.

A Agroescola existe desde 2012 e até hoje já formou mais de 50 alunos e Willian Vilhar de 22 anos espera aumentar este número se formando em 2017. "Meu projeto de futuro é aprender e adquirir experiência de campo e de gestão da propriedade e sei que estou no caminho certo porque não existe outro lugar melhor que a Embrapa", disse o estudante.  

A ideia da Agroescola é formar multiplicadores de tecnologia em pecuária de corte. A bolsa de estudo que no ano passado era de 550 reais passou para 1.300 reais este ano, valor para custear gastos com alimentação, transporte, seguro e outras despesas do aluno. Para os próximos anos a Fundect deve investir mais de R$ 6 milhões.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink