Agroindústria da Família Flach de Bom Princípio recebe Selo Sabor Gaúcho

Agroindústria

Agroindústria da Família Flach de Bom Princípio recebe Selo Sabor Gaúcho

Manhã de quarta-feira (26/12) foi de celebração para a família Flach, de Bom Princípio, que produz o único vinagre vegetal orgânico de caldo de cana do país
Por:
33 acessos

A manhã de quarta-feira (26/12) foi de celebração para a família Flach, de Bom Princípio, que produz o único vinagre vegetal orgânico de caldo de cana do país. Na ocasião, em uma cerimônia com a presença de autoridades, como a coordenadora de programas da Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), Lucimar Rodrigues, foi entregue o documento que autoriza, oficialmente, a agroindústria Flach Alimentos Naturais a utilizar o Selo Sabor Gaúcho do Programa Estadual de Agroindústria Familiar (Peaf) do Governo do Estado.

O ato consolida o empreendimento que, há cerca de um ano, já está certificado legalmente nas áreas tributária, sanitária e ambiental. ?Para nós, é motivo de comemoração, especialmente pelo valor que tem esta marca e pela possibilidade de, a partir de agora, alcançar um mercado ainda maior?, comenta Michel Flach. Ao lado dos irmãos Rafael e Edson e do pai Ramiro, Michel é o responsável por tocar a agroindústria que tem como produto único uma receita que já era utilizada pela bisavó de Ramiro. ?Era um tipo de vinagre artesanal que tinha sabor agridoce?, lembra.

Michel explica que uma viagem do pai à Alemanha, em 1994, foi um dos divisores de águas. ?Lá, ele consumiu produtos muito semelhantes àqueles que fazia aqui para consumo próprio?, explica. Para o empreendedor, este foi o momento em que Ramiro percebeu o potencial do produto para o mercado brasileiro. A ideia foi sendo ?maturada? durante alguns anos, saindo definitivamente ?do papel? depois que Michel se formou em Engenharia Química. ?Foi desafiador fazer o vinagre apenas de caldo de cana, já que a receita original da família utilizava frutas da estação junto?, observa Michel.

Após uma série de testes, período de levou cerca de cinco anos para que o produto estivesse saboroso e de acordo com a Legislação, chegou-se à metodologia que se tem hoje, com um produto final livre de qualquer aditivo químico, sem álcool e sem açúcar. ?Não foi fácil, mas hoje temos a nossa disposição um vinagre natural, com sabor diferenciado, aroma agridoce, que é recomendado para diversos pratos, possuindo sais minerais e nutrientes, benéficos para as pessoas?, reforça Michel. Atualmente, são produzidos por mês de 10 a 15 mil litros do produto, com mercado em todo o Brasil.

Apoiado por diversas entidades, entre elas a Emater/RS-Ascar, o empreendimento recebeu recursos do Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento dos Pequenos Estabelecimentos Rurais (Feaper) no valor de R$ 10 mil, além de suporte por meio do Peaf, o que desburocratizou o processo de consolidação da agroindústria. ?Aqui a gente vê um trabalho que envolve diversas parcerias e que servem para colocar em prática as políticas públicas que fortalecem a agricultura familiar?, destacou Lucimar, no ato, representando o secretário de Estado, Tarcísio Minetto.

Outras autoridades, como o prefeito de Bom Princípio Fábio Persch e os gerentes regional e adjunto da Emater/RS-Ascar Marcelo Brandoli e Carlos Lagemann, prestigiaram o ato. ?A gente deseja vida longa à agroindústria que recém inaugura suas instalações, o que é uma certeza diante do profissionalismo com que encaram suas atividades?, ponderou Persch. Já Brandoli lembrou a importância da participação em eventos e feiras, como a Expoagro e a Expointer, como uma forma de divulgar o produto. ?Hoje em dia as pessoas têm buscado cada vez mais os sabores diferenciados?, avalia.

O próximo passo da família é justamente ampliar a divulgação do produto, disponibilizando-o também para as escolas, por meio do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae). Para Michel, é importante que os consumidores saibam que não se trata apenas de um produto gostoso, de aroma e paladar diferenciados. ?Trata-se de uma alternativa saudável de alimento que possui muitos benefícios e que pode substituir temperos artificiais, inclusive o sal?, explica. ?É algo que fazemos com o coração, com a história da nossa família, com a cultura passada por gerações e que tem muitos benefícios?, finaliza.

Todas as informações a respeito da agroindústria, sua história, produtos e benefícios do uso, testados pela Univates em uma ampla pesquisa laboratorial desenvolvida pelo Centro Tecnológico de Pesquisa e Produção de Alimentos (CTPPA), podem ser obtidas no site www.flachalimentosnaturais.com.br. No município de Bom Princípio, o empreendimento é apoiado pelos extensionistas Alexandre Matusiak e Elisete Girotto. No ato também estiveram presente o representante da cooperativa Sicredi, Fabrício Veit Klering.
 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink